Cruz Vermelha São José dos Campos prorroga campanha humanitária para arrecadar alimentos

A campanha humanitária “Ajudar é o Novo Normal” da Cruz Vermelha Brasileira, filial de São José dos Campos, foi prorrogada visando arrecadar alimentos em prol de famílias afetadas pela pandemia (Covid-19). A ação segue no Vale do Paraíba até 31 de julho.

Para difundir a importância da solidariedade neste momento de crise, a jornalista Michelle Sampaio, porta-voz da campanha, promove uma Live no dia 12 de abril (segunda-feira), às 20h, com transmissão pelo insta @cruzvermelhasjc.

Presidente da Cruz Vermelha em São José, Marcos Limão

Dados da organização internacional ActionAid revelam que, atualmente, 19,1 milhões de pessoas encontram-se em situação de insegurança alimentar grave no país, ou seja, passando fome. “Em razão dessa necessidade evidente por alimentos, decidimos prorrogar a campanha na região”, ressalta o presidente da Cruz Vermelha em São José, Marcos Limão.

BALANÇO – A primeira etapa da campanha, que durou de dezembro a março de 2021, conseguiu arrecadar 335 quilos de alimentos, 427 pares de sapatos, 5 toneladas de roupas e 4 pacotes de fraldas.

Cruz Vermelha Brasileira

As doações atenderam famílias assistidas pelas seguintes entidades: Recicalce, Instituto Mão Amiga, Hospital Psiquiátrico Francisca Júlia, Obra Assistencial e Social Coração de Maria, Associação Maternal e Espírita (AME), Comunidade Consoladora Nossa Senhora dos Aflitos, Associação Missionária Mãos Ativas e Projeto Formiguinhas do Bem. E ainda as prefeituras de Ubatuba e São Sebastião.

“Ajudar é o Novo Normal”

Quem quiser ajudar pode acessar o site www.ajudareonovonormal.com.br e conferir os 42 pontos de coleta espalhados em 12 cidades na região.

O presidente da filial da Cruz Vermelha em São José, Marcos Limão, anuncia a prorrogação da campanha humanitária “Ajudar é o Novo Normal”-Foto: Flávio Pereira/ CMSJC
Instagram