Conselho de Administração da Embraer se tornará mais global

 Em linha com a nova estratégia da empresa para o período 2021-2025, de crescer via parcerias globais, projetos de inovação e diversificação de negócios, o Conselho da Embraer vai contar este ano com dois membros estrangeiros, com reconhecida experiência em Aviação Comercial, no Comitê de Estratégia.

Presidente do Conselho de Administração da Embraer, Alexandre Silva

“O setor de aviação está em plena transformação frente aos desafios da pandemia, da chegada de novos entrantes e do desenvolvimento de tecnologias inovadoras e sustentáveis. A Embraer também passa por um processo acelerado de evolução e entende que a incorporação agora de membros globais em Comitês do Conselho, e para o mandato seguinte no próprio Conselho, visa ao fortalecimento da Administração no que diz respeito a reforçar a visão global e preparar a companhia para o futuro”, afirma o presidente do Conselho de Administração da Embraer, Alexandre Silva. 

Conselho de Administração da Embraer

O Conselho de Administração é composto por 11 membros efetivos, sendo oito independentes. O Governo Brasileiro, detentor da Golden Share, nomeia um conselheiro e os colaboradores indicam outros dois conselheiros. O Conselho de Administração conta atualmente com o suporte de três comitês de assessoramento: o Comitê de Auditoria, Riscos e Ética (CARE), o Comitê de Pessoas e ESG (CPESG) e o Comitê de Estratégia e Inovação (CESTI).

Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

Foto: Rodolfo Moreira
Instagram