7 sinais de está na hora de você trocar de carro

Trocar de carro não é uma atitude que acontece da noite para o dia; há vários sinais que apontam a necessidade, desde o excesso de manutenções até a melhoria no orçamento.

Seja na Karvi Brasil ou em uma concessionária, trocar de carro sempre é um momento de planejamento, independentemente de qual seja a utilização do automóvel. Afinal, para fechar um bom negócio, você precisa observar inúmeros fatores, desde o orçamento disponível até as condições de seu veículo atual. Inclusive, há muitos sinais que demonstram o momento certo para uma substituição.

Manutenção frequente 

Caso o seu carro esteja ficando rotineiramente em oficinas mecânicas, com gastos que estejam ultrapassando em mais de 10% o valor de venda que consta na tabela Fipe, acenda o farol vermelho.

Isso porque é um forte sinal de que está na hora de trocar de veículo em razão dos constantes problemas, sejam eles elétricos ou mecânicos. Afinal, muita gente desenvolve um certo apego pelo carro e não coloca na ponta do lápis quanto já deixou nas oficinas.

A dica é sempre ter uma visão racional, avaliando os desgastes das peças e os problemas causados no seu dia a dia.

Desgaste das rodas 

Sabe quando você faz inúmeros balanceamentos e alinhamentos sem resultados a longo prazo? A explicação pode estar no desgaste das rodas.

No caso das de liga leve, os gastos podem ser bem altos, fazendo com que seja um fator que possa influenciar em uma possível troca.

Consumo excessivo de combustível

Uma das preocupações mais comuns entre os motoristas é saber quanto o carro está consumindo de combustíveis. Caso a relação quilômetro por litro esteja alta, pode ser um indicador de troca.

Isso porque o preço do litro tanto da gasolina quanto do etanol aumentam constantemente, ou seja, se o seu veículo estiver bebendo muito, certamente você ficará no prejuízo. 

Mudança no estilo de vida

Se você tem um hatch e, de repente, necessita viajar uma quilometragem alta por semana a trabalho, a troca por um sedã pode ser uma boa escolha.

Com isso em mente, a mudança no estilo de vida também influencia na substituição de veículos. E ela acontece por vários fatores, como aumento da família, redução nos custos, mudança para o litoral ou área rural, etc.

Alta quilometragem

Como demonstra o quanto o carro já rodou, com influência direta na vida útil das peças, a quilometragem é o principal indicador de uma possível troca.

Geralmente, veículos com mais de 60 mil km rodados já chegam a um estágio de desgaste considerável, aspecto que deve ser considerado no momento de fechar a compra de um novo carro.

Afinal, automóveis que já estejam com a quilometragem elevada, frequentemente necessitam de manutenção, mas tudo depende também das atitudes do motorista.

Isso porque muita gente mantém carros antigos em bom estado de conservação e acabam conquistando bons valores de troca. 

Depreciação do valor de venda

Ao sair da concessionária, um carro 0 km já sofre depreciação, ou seja, quanto maior for o tempo de uso, maiores serão as perdas no valor pago inicialmente.

A dica é sempre realizar trocas, com uma média de até cinco anos, mantendo sempre carros mais novos em sua garagem.

Dessa maneira, é possível evitar gastos com manutenções e também troca de peças, sem falar no conforto obtido ao sempre rodar com veículos mais novos.

Melhoria no orçamento

Muita gente decide trocar de carro quando o salário aumenta ou quando um dinheiro extra cai na conta.

Promoções no emprego também ajudam nessa decisão. Caso você seja um dos contemplados com a melhoria no orçamento, a dica é sempre privar pela cautela e planejamento. Assim, as suas compras sempre serão bem-sucedidas. 

Instagram