5 práticas minimalistas para simplificar a vida

Entenda os benefícios de levar uma vida minimalista e como aplicá-la em 5 dicas

Na moda, nas artes, na música, no dia a dia: o minimalismo é uma tendência contemporânea que já extrapolou as barreiras de um nicho específico. Inicialmente apenas um movimento estético vanguardista, hoje é considerado um estilo de vida com diversas aplicações práticas, desde o veganismo até a invenção de produtos como a sacola reutilizável e camiseta inteligente.

Comprovadamente uma maneira de ter uma atitude positiva em relação à vida, o minimalismo, enquanto filosofia de vida, tem diversos benefícios para quem o pratica e para todo o planeta. Entre as diversas maneiras de colocar seus princípios em prática, separamos 5 delas para te inspirar a entender que menos é mais.

Reduza o seu guarda-roupas

Uma das vertentes mais disseminadas do minimalismo é a moda. No aspecto estético, looks essencialmente minimalistas não tem estampas, muitas aplicações, ou cores muito chamativas. A ordem é se atentar aos detalhes, ao conforto e à qualidade da peça.

O que pouco se fala, porém, é da camada sustentável de uma atitude minimalista em relação ao nosso vestuário e, em especial, à quantidade de roupas, calçados e acessórios que possuímos. Uma maneira muito simples de colocar o minimalismo em prática nesse sentido é reduzir o nosso guarda-roupas.

De maneira geral, o minimalismo se baseia em reduzir ao mínimo, considerando sempre o essencial confortável. Ou seja, reduzir o guarda roupas e a quantidade de peças que você possui não significa que você deve ter tão poucas peças a ponto de passar de perrengue na hora de compor um look especial.

A nossa dica é, na verdade, que você avalie aquilo que realmente usa e precisa e desconsidere aquelas peças que não fazem sentido, podendo vendê-las ou fazer uma doação.

Seja grato

Agradecer por tudo que você tem vai te fazer entender aquilo que realmente faz sentido para você e esse processo, por sua vez, vai te ajudar a entender o que de fato deve ser mantido e quais itens podem seguir uma nova história.

Além disso, praticar a gratidão tem benefícios físicos para a nossa saúde mental. Uma pesquisa da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard demonstrou que ser grato muda o nosso cérebro e, entre outras vantagens, reduz o estresse e previne a depressão.

Reduza o seu tempo nas redes sociais

A internet é considerada uma das maiores invenções da humanidade em toda história. É por causa dela, vale ressaltar, que movimentos como o minimalismo ganham força global. Porém, seu uso em excesso, especialmente o das redes sociais, pode ser prejudicial.

A forma como estas plataformas são desenhadas busca chamar nossa atenção com diversos estímulos simultâneos, o que pode, por exemplo, desencadear ou agravar um quadro de ansiedade.

Uma prática minimalista envolve o uso das redes com moderação, sendo cada vez mais comum que adeptos de um determinado movimento sequer estejam presentes nelas. Você não precisa, é claro, deletar todas as contas, mas reduzir o seu tempo de uso para entre 1 e 2 horas por dia vai te fazer muito bem.

Evite desperdícios de alimentos

Qualquer tipo de desperdício vem de um excesso e com a alimentação isso não é diferente. Alimentos que deixamos passar da validade e precisamos jogar fora, por exemplo, são consequência da falta de planejamento ou de compras excessivas que podem ser evitadas.

No minimalismo é essencial que você compre apenas a quantidade daquilo que você irá de fato consumir por um determinado período.

Trabalhe o desapego

Ao contrário do que muitos pensam, o minimalismo não significa, necessariamente, viver uma vida humilde. Quando falamos de bens materiais, a verdadeira essência do minimalismo está apenas possuir itens essenciais. Exatamente por isso, pessoas com situações financeiras bastante distintas podem, ambas, serem minimalistas.

O que une as duas, na verdade, é uma prática de desapego. Essa, vale lembrar, deve ser trabalhada diariamente, porque não é um pensamento com o qual fomos socializados. Por esse motivo, ser efetivamente desapegado pode até ser um desafio, mas compensa bastante.

Instagram