4 MOTIVOS PARA TIRAR A COLHER DE PAU DA COZINHA

Existem razões para deixar essa tradição culinária de lado.

Com lugar garantido em inúmeros lares brasileiros ao longo dos anos, a colher de pau já é praticamente uma tradição dentro das cozinhas, símbolo de uma boa culinária caseira. Mas esse utensílio oferece riscos à saúde por quatro motivos principais:

Acúmulo de fungos e bactérias

Por ser feita de madeira, um material de textura porosa, esse tipo de colher pode acumular fungos e bactérias que são transmitidos para os alimentos.

Por mais que o material orgânico seja mais sustentável, ele cria um ambiente propício para esses agentes externos que são danosos para o organismo. Esse risco aumenta caso a colher seja mal higienizada, acumulando resíduos.

Farpas na madeira

Com o passar do tempo e uso recorrente, algumas “farpas” da madeira podem se soltar ao cozinhar os alimentos, e como esses resíduos são pequenos, oferecem o risco de serem ingeridos junto com a comida, podendo oferecer risco à saúde e integridade física.

Baixa durabilidade

Por se tratar de um material orgânico, a tendência é que a madeira vá se desfazendo com o passar do tempo.

Retém umidade

Geralmente esse utensílio é guardado em ambientes fechados como as gavetas logo após o uso, e isso  impede que a madeira seque por completo, permanecendo constantemente úmida. Esse ambiente é ainda mais favorável para a proliferação de fungos e bactérias.

Mas calma, existem alternativas:

Uma alternativa à colher de pau para o uso na hora de preparar a refeição são as colheres de silicone, pois possuem alta durabilidade, podem ser higienizadas corretamente e, consequentemente, não tornam o ambiente propício para a proliferação de agentes externos danosos para a saúde.

Para manter a colher de pau na sua cozinha, vale a pena mudar a usabilidade dela a tornando um item de decoração, que você pode envernizar e pendurar em algum local de sua preferência, deixando o ambiente mais aconchegante com outros objetos de madeira.

Instagram