XP investe na Resilia, ‘edtech’ de impacto social

Transação reforça estratégia de educação da empresa e acelera o modelo de impacto da edtech

 A XP Inc. anuncia investimento minoritário na Resiliaedtech que atua na inserção de jovens potenciais no mercado de trabalho a partir de cursos de programação e habilidades comportamentais. A experiência da XP Inc. na construção de sua rede de agentes autônomos irá acelerar o desenvolvimento do modelo de negócios da Resilia. O sócio e diretor executivo da XP Inc., Gabriel Leal, e Marta Pinheiro, diretora ESG da XP Inc., ocuparão cargos no Conselho da empresa. 

Com uma metodologia de ensino proprietária, a Resilia atende um perfil de alunos em que 65% concluíram ensino médio na rede pública, 75% não têm ensino superior e entre 60% e 65% têm renda mensal de até R$ 1 mil. A maior parte dos alunos se autodeclaram não brancos (63%). Mulheres representam 40% do quadro.

Gabriel Leal, Sócio e Diretor Executivo da XP Inc

“Investir em educação transforma um país e faz parte do nosso propósito como empresa. Além disso, nossa experiência com a construção da rede de agentes autônomos também poderá ajudar a escalar o negócio inovador da edtech“, afirma Gabriel Leal, Sócio e Diretor Executivo da XP Inc.

A XP Inc. decidiu pelo investimento porque compartilha da causa e visão da Resilia, que vê potencial de qualificar mais de 2 milhões de jovens em profissões digitais nos próximos anos. Para a XP, a formação desses profissionais possibilita uma verdadeira transformação em suas vidas e a chance de inserção no mercado de trabalho.

Bruno Cani, fundador e CEO da Resilia

“Aqui na Resilia nós lutamos contra o subaproveitamento de talentos. A gente gera oportunidades para quem tem vontade e garra de fazer acontecer, independente da origem ou conhecimento prévio da pessoa. Na maioria dos casos são pessoas que saíram do ensino médio da rede pública direto para o mercado ou de pessoas que atuavam em outras profissões como sorveteiro, jornaleiro e entregador e agora são desenvolvedores, analistas de dados e outras profissões do futuro. Após a Resilia, esses profissionais têm um aumento de renda médio maior que 3x em apenas 6 meses. Nosso objetivo é capacitar as pessoas de uma forma mais rápida, mais acessível e mais eficiente para o mercado digital e a XP compartilha desta missão conosco. Assim como a XP democratizou o investimento financeiro, vamos juntos democratizar os empregos do futuro”, afirma Bruno Cani, fundador e CEO da Resilia       

Marta Pinheiro, diretora ESG da XP Inc.

“A XP tem em seu DNA um compromisso muito forte com a educação. Nascemos oferecendo cursos de educação financeira e agora damos um novo passo, contribuindo com a formação profissional das pessoas e permitindo que elas possam ingressar em um mercado de trabalho promissor, como é o setor de tecnologia, transformando suas possibilidades de carreira”, destaca Marta Pinheiro, diretora ESG da XP Inc.

Mais de 180 companhias já buscam os alunos formados pela Resilia. Os cursos são intensivos e os alunos se familiarizam com metodologias de gestão, como metodologias ágeis, de gestão de tempo e aprendizagem além de receber acompanhamento psicológico e aprenderem a trabalhar em equipe e se comprometer com prazos.

XP Inc.

A XP Inc. é uma plataforma tecnológica de investimentos, serviços financeiros e educação, dona das marcas XP, Rico, Clear, Infomoney, XPeed, Spiti e XP Corretora de Seguros, entre outras. A XP Inc. tem mais de 3,1 milhões de clientes e R$ 817 bilhões de ativos sob custódia. Nos últimos 20 anos, a empresa vem transformando o mercado financeiro brasileiro para melhorar a vida das pessoas, garantindo relações mais transparentes entre os clientes e as instituições financeiras. Para mais informações, acesse o site www.xpinc.com.

Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida, acessível e eficiente para o mercado digital. A visão da empresa é capacitar a América Latina para o século 21, começando pelo Brasil. 

Instagram