Suzano fortalece os cuidados com sua equipe e valoriza o laço familiar

Na Unidade de Jacareí, em São Paulo, os(as) colaboradores(as) têm o apoio da companhia para vencer os desafios que surgem na vida pessoal

A pandemia do coronavírus impactou na rotina doméstica e profissional de praticamente todos os brasileiros. Com o trabalho remoto, a família teve que se desdobrar para trabalhar e cuidar das crianças. Por isso, neste mês em que celebramos o Dia das Mães e o Dia da Família, a Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, comemora as datas fazendo menção à família.

“A Suzano tem como premissa a diversidade e inclusão. Aqui as pessoas conseguem encontrar mais do que um ambiente de trabalho, pois a companhia prioriza um olhar humanizado para as ações. Desde o início da pandemia adotamos uma série de medidas para garantir a segurança e o bem-estar de nossos colaboradores e nossas colaboradoras durante este período tão difícil para todos. Nossas atividades vão além das nossas operações, pois sempre buscamos oferecer todo o suporte necessário para nossa equipe e para os seus familiares, o que foi intensificado nesta fase”, ressalta Flávia Adrião, gerente de Gente e Gestão da Suzano.

Adriano Borges dos Santos, analista de Gente e Gestão da Unidade da Suzano em Jacareí (SP), usufruiu desse viés de humanização da empresa. Ele conseguiu o abono para ficar com a filha, Nátalie, quando ela entrou em trabalho de parto aos 21 anos.

Este é um exemplo de muitos casos que ocorrem no País, em que os avôs assumem a função de pais e responsáveis pela família. Aos 51 anos, ele descobriu que seria mais do que um avô, mas sim um pai. “O Noah (neto) é uma benção em nossas vidas, veio para preencher um espaço vazio, pois minha esposa Vânia e eu tínhamos nos programado para ter dois filhos, porém minha esposa foi diagnosticada com endometriose e nosso sonho de ter mais filhos foi interrompido”, afirma, Adriano.

Ele também reforça que a Suzano é uma empresa humana e flexível, principalmente em casos de urgências familiares. “Nunca tive problemas em me ausentar e/ou precisar tirar licença. A Suzano é super acolhedora nessa questão”, completa o analista.

Nova rotina

Durante a pandemia, o Adriano teve que trabalhar em home office e teve mais contato com o neto, mas isso não atrapalhou a sua rotina, pelo contrário. “Minha filha está em processo de mudança, então ficar em casa com o Noah é muito gratificante. No início do trabalho em home office, como minha casa é um sobrado, eu trabalhava na parte superior e ele ficava no térreo. Atualmente, ele está em período integral no colégio”, ressalta.

Hoje, a filha dele também trabalha na Suzano como analista de Recebimento Fiscal, mas em uma unidade diferente. A empresa acabou se tornando uma parte importante da vida de Santos, que já tem mais de 30 anos na companhia.

Bem-estar familiar

Durante a pandemia, a Suzano intensificou os cuidados com a saúde e o bem-estar de colaboradores(as) e seus familiares por meio de uma série de medidas preventivas, como o Disque Faz Bem, programa de apoio pessoal desenvolvido pela empresa para amparar e orientar sua equipe e seus familiares em momentos difíceis. Dividido em três pilares essenciais da saúde: a mental, a física e a financeira, o Disque Faz Bem oferece 24h por dia o atendimento telefônico com vários profissionais como psicólogos, nutricionista, personal trainers, advogados, entre outros.

Mais informações sobre as ações da Suzano no enfrentamento ao coronavírus em suas unidades e nas comunidades onde atua podem ser acessadas na página Suzano contra a Covid-19 (https://www.suzanocontraocoronavirus.com.br/).

Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Adriano e família-Foto: Divulgação
Instagram