Ferramentas para ajudar na rotina de estudos

Manter um cronograma e aplicar métodos de produtividade são alguns dos hábitos mais indicados para estudantes.

Estudar é parte fundamental da rotina de milhões de brasileiros de todas as idades. O estudo e o acesso à informação estão entre as principais ferramentas para a mudança de vida e são importantes para ingressar numa universidade, passar em um concurso público ou adquirir um cargo mais alto no mercado de trabalho.

No entanto, o processo de aprendizagem é longo e muitas vezes pode ser complexo. Estudar para provas de concursos públicos e garantir o foco necessário para absorver as matérias de uma graduação, por exemplo, são tarefas difíceis.

Uma das formas de facilitar o aprendizado e aumentar a produtividade é utilizar ferramentas na rotina de estudos. Confira as principais técnicas para garantir bons resultados.

Qual a importância de ter uma rotina para estudar?

Desde a infância, manter o hábito de estudar em casa é importante para consolidar os conhecimentos adquiridos durante as aulas. O processo ajuda a completar a aprendizagem e é importante para todos os estudantes, incluindo vestibulandos, graduandos, concurseiros e alunos de cursos livres.

No entanto, ele deve ser feito com constância para que o cérebro processe as informações. Ter uma rotina organizada, com horários definidos e objetivos estabelecidos é uma forma de tornar o estudo mais eficiente.

A estruturação da rotina ainda oferece outra vantagem: definir os horários e os intervalos exige que o estudo seja feito dentro de um período específico, garantindo o tempo para períodos de descanso e lazer.

Técnicas e ferramentas de organização

Embora fundamental, o planejamento dos estudos nem sempre é simples. A grande quantidade de disciplinas a serem estudadas e a diferença de complexidade entre os assuntos podem tornar a organização dos estudos angustiante.

Para facilitar esse processo, professores, escolas e especialistas em educação têm desenvolvido diferentes técnicas e ferramentas voltadas aos estudos. Confira algumas das principais:

Cronograma de estudos

Uma das ferramentas mais antigas para a rotina de estudos, o cronograma consiste em organizar as matérias e conteúdos dentro de um período de tempo. O mais comum é que sua divisão seja semanal, estruturando as matérias dentro dos dias disponíveis para estudo.

É necessário definir todos os horários disponíveis para a leitura e prática de exercícios. Devem ser consideradas  pausas para alimentação, banheiro e descanso. Estabelecidos os dias e horários, o estudante deve definir quais assuntos e matérias estudará em cada período. Uma dica para dispor os conteúdos é intercalar entre assuntos simples e complexos.

Aplicativos para estudantes

A tecnologia tem se mostrado cada vez mais importante para o desenvolvimento da educação. Um exemplo disso é a criação de aplicativos de estudos, voltados para o aumento da produtividade e para a documentação de arquivos. Entre os principais aplicativos estão o Clear Focus, o Evernote e o Todoist.

Ideal para melhorar a produtividade, o Clear Focus indica seus dias mais produtivos e ajuda a evitar distrações. Seu funcionamento se baseia na determinação de uma quantidade de horas de acordo com a produtividade que você apresenta. O app também tem a função de te notificar quando chega o momento de descanso.

Um dos apps de estudo mais populares, o Evernote permite fazer anotações e listas durante os estudos e disponibiliza os documentos para consultas futuras. Com ele, é possível organizar fotos, documentos, áudios e outros arquivos complementares para os estudos, além de conversar com colegas pelo chat.

O Todoist permite a organização das tarefas que precisam ser feitas. É ideal para quem precisa estudar muitas disciplinas diferentes e se perde com a quantidade de conteúdos. O app é especialmente recomendado para quem gosta de estudar em grupo, já que permite o compartilhamento de tarefas e notas com colegas.

Métodos de produtividade

Mais importante do que estudar muito é estudar com eficiência. Os métodos de produtividade são fundamentais para ajudar na rotina de estudos. Alguns dos mais conhecidos são a Técnica Pomodoro e a Metodologia GTD.

A Técnica Pomodoro consiste na divisão do período de trabalho em partes de 25 minutos, intercalando com descansos de 5 minutos. A ideia é que os períodos de curtos de trabalho permitam máximo foco e as pausas curtas facilitem o relaxamento do cérebro para aumentar a produtividade.

A metodologia GTD (“Getting Things Done”, ou “fazendo as coisas”, em tradução livre) se resume a dividir as tarefas e eliminar os bloqueios mentais. Seus processos são: coletar, processar, organizar, revisar e executar. Ela é especialmente útil para o momento de organizar os estudos.

Revisão de matérias

Por ser uma tarefa mais rápida que a leitura dos conteúdos e a prática dos exercícios, a revisão das matérias pode ser encaixada em momentos de mais cansaço e menor produtividade. Assim, o estudante não descarta o momento de estudo mas também não força a capacidade mental além do recomendado.

Instagram