Esportes de aventura: alternativas para quem gosta de uma boa e radical adrenalina

Muitas pessoas têm buscado aumentar adrenalina, e diversos esportes surgem como opção

Praticar esportes radicais está no cotidiano de muitos brasileiros. Atividades que trabalham corpo e mente trazem muitos benefícios à saúde, e, a cada dia que passa, as pessoas têm buscado se exercitar e buscar um espacinho nos afazeres do dia a dia.

Muitos esportes que antes eram praticados por profissionais hoje têm sido realizados por pessoas comuns em busca de adrenalina. Andar de skate, paraquedismo, escalada, entre outros, estão entre os esportes que movimentam uma gama de praticantes, e, além disso, surgiram outros que se popularizaram e também muitos praticam.

Uma das atividades que alguns buscam como primeiro passo nos esportes radicais é o parkour, pois pode ser realizado em qualquer lugar, sem precisar de equipamentos especiais. O esporte consiste em encarar obstáculos urbanos, como calçadas, muros, paredes, entre outros, através de saltos e agachamentos. Inicialmente, é recomendado começar a prática em parques e, futuramente, encarar obstáculos maiores.

Um esporte que já é muito popular e se tornou uma modalidade a partir das Olimpíadas de Tokyo 2020 é o skate. Diversos tipos dessa competição são realizados, e sua prática ajuda no equilíbrio e na resistência física. Andar de skate auxilia também a manter a adrenalina, que é uma das características principais dos esportes radicais. 

Caso busque uma prática ainda mais do cotidiano brasileiro, principalmente em regiões litorâneas, o surf aparece como uma boa opção. No Brasil, por ser um país repleto de praias, basta ter uma prancha e procurar a região certa para praticar. As praias de Maresias (São Sebastião – SP), Praia Brava (Pico de Matinhos – PR) e Itacoatiara (Niterói – RJ) surgem como opções para iniciar no surf.

Outra prática que é menos conhecida no Brasil, mas que também entra como uma opção para quem busca esportes radicais, é o highline, que é uma variante do slackline. A prática consiste em uma fita elástica presa em dois pontos, onde os participantes precisam se equilibrar em cima dela. Diferentemente do slackline, ele é realizado em torno de cinco metros de altura; portanto, é recomendado apenas para quem tem experiência.

Uma opção mais divertida para os amantes de adrenalina é a prática de airsoft, que consiste em uma simulação de situações em combate de guerra. Os jogos são compostos por duas ou mais equipes, e vence quem conseguir atingir os objetivos propostos, que são inúmeros.

Geralmente, os praticantes desse esporte são pessoas que nutrem uma admiração pelas forças policiais e militares mundo afora. Além de garantir a dose de adrenalina, a prática auxilia no desenvolvimento de trabalho em equipe; portanto, pode ser bem eficaz para unir pessoas dentro de uma empresa.

Foto:Divulgação

Instagram