Como escolher os produtos de limpeza ideais para o seu bichinho?

Existem materiais que são mais prejudiciais aos pets, causando irritações e alergias.

Uma das partes mais importantes do trato do bicho de estimação está relacionada ao seu asseio. O dono do pet precisa tomar uma série de cuidados para não colocar a saúde dele em risco. Para cuidar da higiene do seu animal, você pode checar se já tem os produtos em casa ou ir ao center de estimação mais próximo.

É possível você mesmo fazer isso, desde que siga algumas recomendações. De qualquer forma, é recomendável procurar saber a opinião do médico-veterinário responsável para conhecer as instruções de alguém que entenda do assunto.

No caso dos cachorros, por exemplo, o ideal é que, ao dar um banho nele, você use um xampu que seja adequado para o animal. Isso quer dizer que não deve ser utilizado o mesmo produto para humanos nele, por mais conveniente e tentadora que essa ideia possa ser.

Há xampus que são mais indicados para animais com pelagem clara, enquanto os de pelagem escura se beneficiam com outro tipo. Caso o seu cão tenha pele seca, há produtos voltados para essa condição, assim como os que auxiliam no combate da dermatite canina.

Uma boa alternativa é apostar em xampus hipoalergênicos, que não causarão incômodos no animal. Os produtos à base de aveia são bem recomendados para os animais alérgicos. Nesses casos, recomenda-se que você evite usar produtos com cores e cheiros muito artificiais.

Por fim, vale pesquisar por opções no mercado que sejam antiparasitárias, evitando que o seu pet sofra com pulgas e carrapatos. Converse com o veterinário responsável pela saúde do seu cão e veja o que ele recomenda após a avaliação da saúde dele, bem como suas características específicas.

No caso dos gatos, as recomendações são bem similares. Também não se deve utilizar produtos de humanos para higienizá-los. O ideal é escolher um específico para o pet, como xampu sem sabão, que evita que sejam retirados os óleos protetores naturais da pelagem dele.

O xampu escolhido não pode ter componentes prejudiciais ao animal, como corantes, sulfato, álcool e fenol. Caso seu animal seja vulnerável a problemas de pele, como micose ou coceira, procure escolher um xampu que ajude no tratamento, ou uma opção “2 em 1”, que combine xampu e condicionador em único produto.

Como há gatos que não entram na água de jeito nenhum, há xampus próprios para banho seco. Nesses casos, a espuma é aplicada diretamente no pelo do animal, sendo escovada, suavemente, sem seguida.

Limpeza do espaço que eles vivem

Além dos cuidados da higiene — limpar ou dar um banho — é necessário dispor de atenção ao higienizar os espaços em que pets, como cães e gatos, transitam. Há alguns produtos, seja pelo cheiro ou pela composição, que causam irritações ao bichinho, exigindo bastante precaução por parte dos donos.

Entre os exemplos desse grupo, é possível citar aqueles que contém cloro, amônia e ácidos de uma maneira geral, como sulfúrico e clorídrico. Produtos de limpeza que contenham esses químicos causam alergias e podem até mesmo ferir a pele do animal, uma vez que eles se coçam muito em consequência da irritação.

Água sanitária e alguns alvejantes também contam com uma concentração muito alta de cloro, de forma que se deve evitar usá-los. O segredo é sempre consultar a embalagem dos produtos e verificar se essas substâncias estão presentes.

Para higienizar onde cães e gatos costumam transitar, o ideal é utilizar o álcool, por exemplo. Além de limpar bem, ele é volátil (ou seja, evapora rápido) e também não deixa um cheiro forte no local. Sabão neutro é outro produto que não deixa o ambiente aromatizado e que não tem nenhuma substância que ofereça malefícios ao animal.

Pisos que eles circulam com frequência podem ser limpos com uma solução de água e detergente neutro. Essa combinação é capaz de tirar gorduras e sujeiras que estejam impregnadas, sem deixar um cheiro muito forte na superfície.

Instagram