5 características do homem moderno

Você já se perguntou o que caracteriza um homem moderno? Explicamos o conceito e os comportamentos adotados por esse grupo.

O conceito de homem moderno está atrelado às transformações do papel desse grupo na sociedade. Durante muito tempo, os homens assumiram a função de provedores do lar. Hoje, existe um movimento que estimula a liberdade de expressão e dos sentimentos em sobreposição às características patriarcais.

Essas transformações podem ser observadas em diferentes esferas e o visual é uma delas: as roupas formais são usadas apenas em ocasiões especiais, enquanto peças como camiseta polo e jeans são mais indicadas para a rotina.

O conceito pode parecer um pouco confuso, mas já está sendo praticado por um grande número de pessoas. Por isso, separamos as principais características do homem moderno. Confira:

1. Preocupação com a imagem

A preocupação com a imagem faz parte do homem moderno. Nos últimos anos, os homens passaram a se preocupar mais com cortes de cabelo, manutenção da barba e design de sobrancelhas. Até mesmo os grupos que seguem o estilo “lenhador”, com roupas mais largas e visual despojado, fazem visitas frequentes às barbearias.

A preocupação com a imagem também está atrelada aos cuidados com a pele e à prática esportiva constante. Alguns homens fazem limpeza de pele e usam cremes específicos, por exemplo. Vale ressaltar que esses cuidados podem acontecer com maior ou menor intensidade, dependendo de cada um.

2. Superação da masculinidade tóxica

Existe uma ideia equivocada em usar o termo “masculinidade tóxica” como forma de ofensa aos homens. Na verdade, esse conceito afeta a qualidade de vida de homens e mulheres todos os dias.

A masculinidade tóxica coloca o homem no papel de provedor e patriarca das famílias. Ele precisa ser forte o tempo inteiro, não pode ter sentimentos e muitas vezes não tem liberdade de sonhar, sendo obrigado a adotar atitudes racionais e seguras pelo bem de todos.

Essa ideia de masculinidade está ultrapassada. O homem moderno sabe que entender os próprios sentimentos é uma excelente forma de melhorar as relações. Além de dividir as responsabilidades financeiras, o homem moderno entende que as tarefas domésticas também fazem parte dos seus deveres.

3. Autoconfiança

A superação da masculinidade tóxica leva a um outro nível de autoconfiança. O homem moderno se sente capaz de encarar os desafios impostos pela sociedade com mais facilidade. Além disso, é possível perceber uma nova postura, baseada em evitar conflitos e aumentar a empatia.

A autoconfiança permite que os homens ocupem outros espaços, tornando-os mais presentes nas relações familiares, por exemplo. Hoje, é possível observar uma nova geração de pais que está muito mais interessada em fazer parte da educação dos pequenos.

4. Poder de decisão

Os homens sempre tiveram poder de decisão, mas isso estava atrelado aos papéis designados por uma sociedade patriarcal. Hoje, ainda vivemos nessa sociedade, mas encaramos um processo de transformação.

Os homens modernos têm preferências de consumo bastante específicas, dificultando o mapeamento por parte das marcas. Eles sabem o que querem, mas estão dispostos a diversificar e flexibilizar essas escolhas.

A diversificação é uma forma de usar esse poder de decisão. Enquanto algumas pessoas ainda escolhem um visual mais tradicional, há quem experimente peças de crochê, saias e outros itens que, antes, eram considerados femininos. Essa mudança de comportamento também está atrelada à superação da masculinidade tóxica.

5. Disposição para arriscar

O homem sempre carregou uma imagem de assertividade. Fazer escolhas incisivas e garantir o sustento de todos era sua principal função na sociedade. Diante do novo cenário, os homens se sentem mais livres para arriscar em suas escolhas. Fazer uma faculdade, por exemplo, não é uma sentença. É possível repensar os caminhos, mudar de área e experimentar mais. Afinal, entende-se que o sucesso é uma jornada e não há pressa para alcançá-lo.

Instagram