Tráfego Orgânico e Pago: Qual a diferença e como funciona

Se você usa as redes sociais você com certeza já teve aquela sensação de que quando você

procura alguma coisa na internet, depois você começa a ser bombardeado de anúncios sobre aquele assunto, não é mesmo?

E não é à toa, os gestores de tráfego utilizam uma ferramenta que consegue direcionar as propagandas para os usuários que estão interessados no assunto.

Mas o que seria esse tal de tráfego?

Vamos te esclarecer neste artigo.

Afinal, O Que é Tráfego?

Tráfego, no sentido literal é utilizado para se referir a um fluxo ou movimento de algo.

Para o meio digital, essa palavra é empregada para se referir a um fluxo de usuários.

No meio digital existem dois tipos de tráfego, o tráfego orgânico e o tráfego pago.

E qual a diferença entre eles?

Continue a leitura para saber.

Tráfego Orgânico

Imagine que você tem um negócio de vendas em um shopping, vamos supor que é uma loja de roupas para mulheres.

Existem várias outras lojas lá além da sua, certo?

Diferentes tipos de pessoas passam em frente a sua loja.

Passa o rapaz que quer comprar a camisa do seu time de futebol, tem a família com a criança que quer um carrinho de controle remoto, e a adolescente que quer uma pulseira nova, e, claro, tem também a sua cliente, a moça que quer uma roupa nova para ela.

Todos eles passam em frente a sua loja, mas nem todos se interessam por ela, e apenas alguns que a notaram, irão entrar nela e possivelmente comprar algo.

Notou um tanto de pessoas diversas passando em frente a sua loja?

Elas são o fluxo orgânico de pessoas, ou seja, natural, que não teve uma força a mais que as influenciasse ou direcionassem para passarem ali na frente e entrarem.

Semelhante a essa realidade, no digital também é assim.

As redes sociais, como o Instagram, é como se fossem o shopping, e os usuários rolam o feed e ficam vendo os conteúdos, que analogamente são as lojas do shopping.

E quando você posta um conteúdo, várias pessoas passam pelo seu conteúdo e alguns vão entrar no seu perfil e outros não, assim como fizeram com sua loja no shopping.

Até agora está fácil de entender, né?

Resumindo, o tráfego orgânico é o fluxo de pessoas que consome seu conteúdo de forma espontânea/natural, ou seja, sem que tenham sofrido ação de uma força externa ou busca específica que mostre seu conteúdo para ela.

Já que entendeu o que é tráfego orgânico vamos entender o que é tráfego pago.

Tráfego Pago

Sobre tráfego pago, assim como o tráfego orgânico, ele também é um fluxo de pessoas.

No entanto, no tráfego pago as pessoas precisam investir dinheiro em seus anúncios para que mostre ao seu público-alvo, ou seja são apresentadas a um público de maneira mais específica.

Como assim específica?

Lembra no começo do texto quando eu disse que você quando pesquisa algo na internet começa a ver um monte de propagandas daquele assunto?

Então, isso é o tráfego pago.

No shopping passam várias pessoas de maneira aleatória e que não são seu público-alvo.

Ou seja, a chance de você atrair um cliente e conseguir realizar uma venda é mais difícil.

Mas se você, através do tráfego pago, direciona seu conteúdo para as pessoas que estão interessadas naquele assunto, as chances de você concretizar uma venda são bem maiores.

Por exemplo, no exemplo do tópico anterior se passaram quatro pessoas na frente da sua loja, e apenas uma entrou e ela talvez vá comprar.

Agora pense se as quatro já fossem potenciais clientes. A chance que o número de visitantes na sua rede social aumente, e ademais de gostarem do seu produto, e, consequentemente, número de vendas também.

Concluindo, quando você produz um conteúdo apenas para um tráfego orgânico é como se você fosse de uma cidade a outra de bicicleta.

Você irá chegar ao seu destino?

Vai, mas vai ser um caminho mais demorado e cansativo.

Agora, se você mudar de automóvel e for de moto. Você vai alcançar o seu destino muito mais rápido, não é?

A moto é como se fosse o investimento que você faz para realizar o tráfego pago e direcionar suas campanhas de forma mais personalizada e específica, tendo um retorno maior nas vendas.

Como o uso dessa ferramenta você alcança resultados muito mais rápidos, é uma excelente ferramenta para estratégias de marketing digital para alavancar seus anúncios.

Sim!! Isso é incrível.

Vamos entender então como fazer tráfego pago.

Continue a sua leitura.

Como Funciona O Tráfego Pago?

Já se perguntou como que a rede social, como o Instagram sabe o que você estava pesquisando na página do Google?

Primeiro que as duas plataformas são da mesma empresa, Meta, que antes se chamava Facebook, cuida das informações que recebe de cada usuário.

Então se você pesquisou “o que é tráfego pago?” eles sabem, e podem te enviar posts relacionados a isso, como um curso de tráfego pago, ou sobre algum gestor que realiza esse serviço.

Os gestores possuem várias plataformas digitais para fazer o tráfego pago, e a sua utilização vai depender do seu objetivo.

Se você quiser estar no topo do mecanismo de busca como o Google, você deve realizar sua campanha no Google Ads.

Essa ferramenta possibilitará que seu site ou landing pages apareça no topo das pesquisas dessa plataforma, e, não esqueça que nesse caso você tem de ficar atento as palavras chave do seu nicho para usar em seus artigos, assim você terá melhores resultados.

Facebook Ads e Instagram Ads, vai ser usando quando o tráfego pago tiver como estratégia de marketing digital que o anúncio seja direcionado para o Facebook ou Instagram.

Pode Especificar O Público-alvo?

O especialista em marketing digital Pedro Emanuel diz: “Quando os gestores de tráfego vão fazer campanhas por alguma plataforma, seja, por exemplo, Facebook Ads, Google Ads ou Tiktok Ads, eles podem fazer o tráfego pago e especificar para qual público eles querem que veja aquele conteúdo.”

Assim, pode definir idade, gênero, gostos, região, cidade do seu público-alvo, para atrair mais usuários.

Calma, vou dar um exemplo.

Se a sua loja de roupa está com uma promoção para o ano novo, e tem lindas roupas brancas e você tem um anúncio pronto e fará um tráfego pago no Instagram para promover esta publicação, você pode especificar para quem será direcionada.

Se quer que seus produtos sejam mostrados para mulheres entre 18 anos até 35 anos, que morem em Goiânia e Anápolis e que gostem de vestidos brancos, conjuntos brancos, blusas brancas e toda e qualquer características que as suas clientes podem vir procurar no buscador.

Com isso, quando fizerem uma busca, o seu conteúdo aparece para um cliente em potencial e se você tiver uma estratégia de marketing boa e chamar atenção para o seu anúncio, os consumidores pode clicar nele e você conseguirá realizar uma venda.

E claro, que resumimos bem como funciona o tráfego pago.

Ele possui outras funcionalidades como, qual ação você vai querer que a pessoa realize ao ver seu anúncio.

Sendo assim, você pode direcionar para seu e-commerce, para o seu WhatsApp, para seu perfil do Instagram, para o e-mail, para uma landing page ou site …

Existem várias possibilidades que vamos trazer para vocês em outro artigo.

Conheça alguma das principais métricas utilizadas por gestores de tráfego para otimizar os anúncios online nas plataformas

O Que é CPC, CPM e CPA?

No investimento em tráfego pago também tem que se considerar o CPC, CPM e CPA do seu anúncio.

Entender esses três tipos de métodos para pagar seu anúncio é fundamental para realizar as estratégias certas e ter um melhor resultado sobre seu investimento.

Mas o que eles são exatamente?

CPC

CPC é o Custo Por Clique.

Tá, mas o que isso quer dizer?

Quer dizer que é quando você fizer seu anúncio e optar por essa opção você estará pagando por cada clique que as pessoas derem no seu anúncio.

Ou seja, mesmo que apenas visualizem seu anúncio, você irá pagar somente se elas clicarem nele.

Essa é a melhor opção se você tem definido quanto quer gastar no seu anúncio e se tem o objetivo de direcionar o usuário para algum outro lugar.

Essa métrica de otimização, geralmente, é utilizada como métrica principal em campanhas com objetivo de tráfego.

CPM

CPM é o Custo Por Mil Impressões

Assim, você pagará a cada mil impressões de usuários que verem seus anúncios.

Esse é ideal para quando você quer dar mais visibilidade para sua marca, e é utilizada em campanhas com objetivo de alcance ou reconhecimento de marca.

CPA

CPA quer dizer Custo por Aquisição.

É a métrica mais utilizada em campanhas com objetivo de vendas e conversão, que são as campanhas que põem dinheiro no bolso diretamente.

São as campanhas mais focadas por anunciantes devido a sua grande assertividade em vincular anúncios para usuários que estão em ótimos momentos de compra.

As ferramentas de anúncios, usam de seus algoritmos e inteligência para conhecer e traquear usuários que estão muito propensos a comprar naquele momento.

Fazer Tráfego Pago Vale a Pena?

Agora que você já entendeu um pouco de como é o tráfego pago, percebeu que ele tem inúmeras vantagens e se souber fazer bem feito as estratégias de marketing, seu retorno sobre o investimento (ROI) com certeza será bom.

Claro que independente se você escolher o tráfego pago ou orgânico você tem que fazer posts de qualidade, principalmente se sua empresa for investir em tráfego pago.

Por outro lado…

Se você quer investir no tráfego pago para prestar serviços de tráfego e ter uma renda extra, com certeza você está fazendo uma escolha certa, o mercado para 2022 na profissão de gestor de tráfego está super aquecido.

Instagram