Suzano realiza ações sustentáveis para a preservação do Meio Ambiente

Áreas da empresa possuem iniciativas de Gestão Integrada de Recursos Hídricos, Monitoramento de Biodiversidade e Cuidados com Resíduos Sólidos

Na Suzano, referência global na produção de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, a eficiência operacional e a preservação ambiental são dois conceitos que caminham juntos. A empresa atua como protagonista e mobilizadora no desenvolvimento conjunto de soluções inovadoras e sustentáveis para os desafios da sociedade e se preocupa em ter uma gestão eficaz e consciente dos recursos naturais, que são utilizados em suas operações florestais. Por isso, fortalece ações como a Gestão Integrada de Recursos Hídricos, Monitoramento de Biodiversidade e a Gestão de Resíduos Sólidos.

Rafael Henrique Baroni, coordenador de Meio Ambiente da Suzano

Com aproximadamente 384 mil hectares de área de atuação no interior de São Paulo, em que 130.736 hectares são destinados à preservação, a Suzano mantém o manejo sustentável em todas as suas atividades florestais. “A sustentabilidade das nossas operações e o uso responsável dos recursos naturais são fundamentais para nossa atividade. Buscamos diariamente oportunidades de melhorias em nossos processos aliadas ao investimento constante de pesquisas, tecnologia e capacitação profissional, para que possamos contribuir ainda mais com a manutenção e o equilíbrio da biodiversidade”, diz Rafael Henrique Baroni, coordenador de Meio Ambiente da Suzano.

Dentre as ações realizadas está o Monitoramento da Biodiversidade, importante indicador para a avaliação das práticas sustentáveis de manejo realizadas pela companhia. Com o auxílio de uma empresa especializada é possível visualizar pegadas, captação de ruídos, fotos, vídeos, entre outros vestígios que confirmam a presença de animais nas áreas de preservação e efetivo plantio de eucalipto da Suzano.  Em 2019 foram registradas 261 espécies de aves e 40 espécies de mamíferos. O estudo também identificou 5 Áreas de Alto Valor de Conservação (AAVC), ou seja, fragmentos da vegetação que apresentam diversidade de espécies, serviços ambientais, entre outros indicativos.

Gestão Integrada de Recursos Hídricos

Ainda nas áreas da empresa, a Suzano realiza a Gestão Integrada de Recursos Hídricos. Na região que compreende a Unidade Florestal, no interior de São Paulo, em 2019, foram monitoradas 10 microbacias hidrográficas. Deste total, quatro dessas microbacias compõem o Programa Cooperativo sobre Monitoramento e Modelagem de Bacias Hidrográficas (Promab), uma iniciativa do Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (IPEF) coordenada pelo laboratório de Hidrologia Florestal do departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP e que constantemente avalia a qualidade dos recursos hídricos. “A nossa ação vai além do monitoramento das microbacias hidrográficas. Realizamos e incentivamos a gestão responsável do uso da água em nossos viveiros de mudas e demais atividades da empresa que exijam a utilização desse recurso”, explica Baroni.

A empresa também atua com cuidado e responsabilidade na Gestão de Resíduos Sólidos, visando reduzir a geração de resíduos, o reaproveitamento, otimizar ao máximo seu uso antes do descarte final, reciclar e tratar os resíduos adequadamente. Toda essa cadeia assegura uma correta destinação final, o que garante a conservação do solo, da água e da biodiversidade nas áreas da empresa.

Meio Ambiente

“Nossas ações têm como objetivo contínuo beneficiar o meio ambiente. Atuamos com foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e pautados por metas de longo prazo, entre elas ser ainda mais climate positive, reduzir em 70% os resíduos sólidos destinados para aterros próprios ou terceiros transformando-os em subprodutos e aumentar a disponibilidade hídrica em 100% das bacias hidrográficas críticas”, completa Baroni.

Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Imagem de Bishnu Sarangi por Pixabay 

Instagram