SAGA dá dicas para quem quer trabalhar com desenvolvimento de games

Quem quer trabalhar no mercado de games, que só no Brasil deve movimentar US$ 2,3 bilhões em 2021, de acordo com a consultoria especializada Newzoo, tem diversas possibilidades de carreira para seguir. Para auxiliar quem planeja ingressar nesse bilionário mercado, Igor La Luz, gerente acadêmico nacional da escola SAGA, preparou algumas dicas.

• Escolha sua área de atuação


Dentro do setor de desenvolvimento games, são inúmeras alternativas, como game designer, produtor, programador, roteirista, engenheiro de som, técnico em 3D, animador, game tester etc. O ideal é conhecer cada uma das áreas, suas tarefas e responsabilidades e escolher a que melhor combina com seu conhecimento e aptidão.

• Busque uma formação


A característica mais importante para um desenvolvedor é a aplicação do conhecimento e o estudo constante. Portanto, o investimento em uma formação qualificada faz toda a diferença na hora de criar um portfólio e divulgar o trabalho.

• Melhore seu inglês


Quanto melhor souber se comunicar em inglês, mais chances terá de se destacar no mercado de jogos digitais, abrindo portas, inclusive, fora do país. Muitos conteúdos para estudo aparecem nesse idioma, sem falar nos softwares, geralmente desenvolvidos na língua inglesa. Por isso, a fluência na leitura é um enorme diferencial.

• Conheça as ferramentas


Unreal, Lua, Godot e Unity são quatro das principais ferramentas de desenvolvimento de games, especialmente para quem está dando os primeiros passos na carreira. Ter familiaridade com essas engines é essencial. Uma boa forma de começar é aprendendo a compor o cenário de um jogo na Unreal, por exemplo, fazendo uma oficina gratuita na SAGA.

Para quem quer ingressar no mercado de desenvolvimento de jogos digitais, a SAGA, maior rede de escolas de games e arte digital do país, com 16 unidades em oito estados brasileiros, oferece, além das oficinas gratuitas, o curso presencial Playgame e o curso on-line Playgame 5.0 .

Mais informações sobre a SAGA e seus cursos estão disponíveis em https://www.saga.art.br .

SAGA

Sobre a SAGA (School of Art, Game and Animation) – Pioneira no ensino de desenvolvimento de jogos, a SAGA já transformou milhares de jovens em profissionais qualificados e competitivos. Criada em 2001, inicialmente com outro nome e focada no treinamento em informática, hoje é um Centro de Treinamento Autorizado da Adobe e da Autodesk, Academic Partner da Unreal Engine, Pixologic e Allegorithmic, e referência nacional em cursos de games e animação, com cerca de 20 mil alunos e 16 unidades: Lapa, Paraíso, Santana, Santo Amaro e Tatuapé na capital Paulista; Centro, em Guarulhos; Centro, em Campinas; Jardim Satélite, em São José dos Campos/SP; Centro, em Santo André/SP; Pituba, em Salvador/BA; Boa Viagem, em Recife/PE, Taguatinga, em Brasília/DF; Centro, em Belo Horizonte/MG, Centro, em Goiânia/GO, Centro em Florianópolis/SC e Centro Histórico em Porto Alegre/RS. Todas as unidades contam com professores altamente qualificados, atendimento pedagógico, material didático digital, laboratórios equipados com as mais avançadas ferramentas de software, equipamentos de última geração como mesas digitalizadoras e workstations com iluminação especial para desenho, e oferecem o curso Start, de computação gráfica para iniciantes. As unidades da SAGA da Lapa, Santo Amaro e Tatuapé, em São Paulo, e de Belo Horizonte, Salvador e Recife também oferecem o curso de desenvolvimento de jogos, Playgame. A SAGA também idealizou e promove o The Union, maior evento de computação gráfica do Brasil, e, em parceria inédita com a Gnomon School of Visual Effects, de Hollywood – EUA, criou a AXIS, escola internacional de arte digital localizada no bairro do Paraíso, em São Paulo. Veja mais sobre a Saga em www.saga.art.br .

Imagem de Joseph Redfield Nino por Pixabay 

Instagram