Rebite de repuxo, hermético e multigrip: conheça as diferenças

O rebite é uma peça muito utilizada em trabalhos de fixação industrial, é fabricada em aço, alumínio, cobre ou latão. A principal função dos rebites é unir rigidamente peças ou chapas, geralmente de estruturas metálicas de máquinas, navios, aviões e outros objetos mais simples.

Embora existam muitos modelos de rebites disponíveis no mercado, a fabricação dessas peças são padronizadas, seguindo normas técnicas que indicam a medida da cabeça, do corpo e do comprimento do rebite.

No entanto, os modelos são diferentes uns dos outros e possuem funções diferentes, diante disso, selecionamos tudo o que você precisa saber sobre os tipos de rebites. Continue lendo e saiba mais sobre o assunto!

Tipos de rebites

Antes de ir em uma loja com foco em fixação industrial para fazer a compra de rebites, é fundamental que você tenha em mente quais são as especificações para garantir a compra de rebites de qualidade. Confira:

  • Tipo de material que o rebite foi fabricado;
  • Tipo da cabeça do rebite;
  • Diâmetro do corpo do rebite;
  • Comprimento útil do rebite.

Após verificar esses detalhes importantes, escolha o modelo de rebite que mais atenda suas necessidades. Diante disso, separamos três modelos de rebites muito famosos, para que assim, você possa escolher o que mais se adequa ao trabalho que ele será utilizado.

  • Rebite de repuxo: indicado para unir chapas ou peças metálicas de forma permanente;
  • Rebite hermético: indicado para trabalhos que devem ser totalmente impermeáveis;
  • Rebite Multigrip: utilizado para a fixação de chapas com acabamento de boa qualidade, com maior resistência e impermeabilização.

Aplicações dos rebites

Com tantos modelos disponíveis, os rebites podem ser utilizados para diversas aplicações. A rebitagem é utilizada em aplicações nas quais o peso leve de alta resistência são críticos, como em um avião, por exemplo.

Vantagens e desvantagens de ligações rebitadas

Para finalizar, conheça as vantagens e desvantagens das ligações feitas com rebite multigrip e outros modelos:

Vantagens

  • Junções mais simples e baratas do que as soldadas;
  • Facilidade na reparação;
  • Maximização no controle de qualidade;
  • Aplicação em materiais de má soldabilidade;
  • Não exige operário qualificado para a aplicação com rebitadeira.

Desvantagens

  • Não é uma junção desmontável;
  • As junções são mais pesadas;
  • Campo de aplicação é reduzido;
  • Redução da resistência do material.

Imagem de Hans Braxmeier por Pixabay 

Instagram