Pós-pandemia: 6 lugares imperdíveis para conhecer em Sergipe

Sergipe, um dos estados menos concorridos por turistas do Nordeste, foi eleito uma das tendências do turismo pós-pandemia

Provavelmente, quando falam em viagem ao Nordeste, você logo pensa em Salvador, Maceió, Jericoacoara e em toda a aglomeração de turistas que acontece nestes destinos. Mas a região também conta com um estado que possui pontos turísticos que também merecem a visita, sem aglomeração e sem muitos turistas. 

Sergipe pode se tornar a estrela do turismo nacional no pós-pandemia. Com um roteiro turístico baseado em valores antropológicos, históricos e naturais, o estado oferece opções de roteiros para habitantes locais e turistas, trazendo muitos benefícios para a economia local e mostrando toda a riqueza de artesanato, gastronomia, danças culturais e reservas ambientais, que possuem grandes atrativos. 

Possuir roteiros e atrações inovadoras permite que o protagonismo local seja o diferencial da experiência turística oferecida. Se você se animou em conhecer a região no pós-pandemia, já pesquise as passagens para Aracaju e conheça seis destinos imperdíveis em Sergipe! 

Orla de Atalaia

Um dos destinos mais importantes em Aracaju, a Orla de Atalaia tem fama de ser uma das orlas mais bonitas de todo o Brasil. A orla possui uma infraestrutura excelente, contando com ciclovias, espaços para caminhadas e outras práticas esportivas, lagos com pedalinhos e inúmeros restaurantes, que permitem ao turista experimentar a deliciosa gastronomia local depois de um dia na praia de Atalaia. Em Aracaju, também existem outros pontos turísticos, e todos são relativamente próximos, o que facilita a experiência do turista. 

Croa do Goré

Segundo passeio em Aracaju, o trajeto, que é feito por uma travessia de barco pelos manguezais, é um dos mais divertidos para os turistas de outras regiões. A Croa é um banco de areia que aparece na maré baixa entre o mar e o rio e dura algumas horas do dia. A água morninha, tranquila e límpida transforma o ponto turístico em um passeio familiar perfeito. 

Cânion do Xingó

A 200 quilômetros de Aracaju e na divisa entre Sergipe e Alagoas está localizado o Cânion do Xingó. Apesar de receber um volume alto de visitantes durante os feriados, o local é tranquilo. 

No lado sergipano da visita fica Canindé de São Francisco, e do lado alagoano está Piranhas, uma cidade histórica que possui lindas casinhas coloridas às margens do rio São Francisco, que também merece uma visita. 

Apesar de receber um volume alto de visitantes durante os feriados, o local é tranquilo. É também aconselhável evitar a época de chuvas, que são mais frequentes em maio, junho e julho, para não estragar o passeio. 

Orla do Pôr do Sol 

Localizado em Mosqueiro, última praia de Aracaju, o calçadão é um dos locais mais bonitos para olhar o sol se pôr. Os tons de laranja e vermelho fazem um magnífico espetáculo, que é refletido na superfície do Rio Vaza Barris. 

São Cristóvão

A apenas 25 quilômetros da capital, São Cristóvão é a quarta cidade mais antiga do Brasil. Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, é o lugar ideal para quem gosta de passeios recheados de cultura histórica. 

A cidade também é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Parque dos Falcões 

Localizado na Serra de Itabaiana, é a opção ideal para os amantes de animais que gostam de estar em contato com a natureza. O parque é referência em manejo, reprodução e reabilitação de aves de rapina, e é o único local de criação e preservação dessas aves na América do Sul. O parque é aberto para visitação todos os dias da semana. 

Foto:iStock

Instagram