Gestão digitalizada ajuda restaurantes a otimizar custos durante a pandemia

Ferramentas tecnológicas estão ajudando restaurantes a superar a crise do setor gastronômico.

Restaurante italiano de São Paulo uniu tradição à modernidade e apostou em tecnologia para enfrentar a crise. O empreendimento investiu em uma gestão empresarial digitalizada para implementar um plano de otimização de custos que tem dado muito certo.

Administradores e proprietários de restaurantes estão encontrando novas e promissoras oportunidades em um modelo de gestão empresarial digitalizado.

A transformação digital envolve não apenas a relação com fornecedores, mas também gera uma melhor experiência para os clientes, transformando oportunidades em resultados. Em época de crise, ela colabora com as práticas atuais, ajuda a superar a concorrência e a enfrentar desafios de negócios cada vez mais urgentes.

MoMa – Modern Mamma Osteria

Gustavo Perego Costa é sócio e proprietário do MoMa – Modern Mamma Osteria, um restaurante que oferece a farta e tradicional comida italiana, com um toque contemporâneo e moderno, no bairro Itaim, em São Paulo. Como para todos do setor gastronômico, Gustavo Perego conta que o ano de 2020 foi bem difícil. “Após o primeiro choque, e logo percebendo que a pandemia [de Covid-19] seria mais longa que prevíamos, começamos a implementar um plano de redução de custos muito agressivo que foi desde a demissão de 60% do quadro até a revisão de todos os gastos, e com a implementação do delivery que antes não existia. Com tudo isso feito, estamos conseguindo atravessar este oceano tempestuoso.”

Como parte do plano de otimização de custos, a empresa iniciou, em setembro de 2020, a utilização de tecnologia para gestão dos negócios. O software utilizado foi o ERP EVEREST, da ACOM Sistemas, empresa líder no desenvolvimento de tecnologia para gestão de empresas do setor de food service.

“O sistema tornou as atividades mais rápidas e com informações igualmente confiáveis e precisas. E, atualmente, a economia de tempo em vários processos administrativos e burocráticos é cada vez mais preciosa”, conta Gustavo.

Gustavo Perego Costa, sócio e proprietário do MoMa, restaurante italiano localizado no bairro Itaim, em São Paulo-Foto:Divulgação

Segundo Gustavo Perego, os ganhos com a tecnologia aconteceram em diversas áreas. No setor de compras, o empresário conta que, por exemplo, o processo de requisição e pedido de compras se tornou muito mais ágil. “O sistema corretamente parametrizado faz uma sugestão e pedido de compra automaticamente para os fornecedores. Assim, nosso comprador tem mais tempo e usa-o para fazer mais cotações, o que permitiu uma economia de 11% no custo das mercadorias.”

Na área financeira, também foram sentidas melhorias significativas. “Ganhamos rapidez no processo de contas a pagar utilizando a importação dos boletos via DDA [Débito Direto Autorizado] e o envio de arquivo de pagamentos para o banco, assim como no processo de conciliação bancária”, ressalta. Além disso, o empresário complementa que o uso de tecnologia tornou mais precisas e ágeis a elaboração e a apuração do resultado mensal, já que as atividades que antes demoravam dias para serem executadas agora levam apenas horas e necessitam de menos profissionais envolvidos nos processos.

ACOM Sistemas

Eduardo Ferreira, CCO da ACOM Sistemas, explica que o sistema de gestão utilizado pelo MoMa é de fácil integração com os sistemas de frente da loja e com o delivery. Além disso e de toda a automação proporcionada, o ERP apresenta um dashboard que, unido à tecnologia de Business Intelligence, permite aos gestores decifrarem uma grande quantidade de dados para a tomada de decisões estratégicas e assertivas.

“Com o ERP é possível acessar dados de transações e processos, cadastro e perfil de clientes, históricos de compras, desempenho de produtos e campanhas, dados financeiros, entre outros. Tudo isso de uma maneira intuitiva e simples, que permite uma visualização geral do empreendimento e ajuda no direcionamento do negócio”, finaliza Eduardo.

Eduardo Ferreira, CCO da ACOM Sistemas-Foto:Divulgação
Instagram