Dicas importantes para você sempre manter a saúde do seu cérebro

Qual é a chave para manter sua mente afiada e seu cérebro saudável conforme você envelhece? Quebra-cabeças online? Suplementos nutricionais? Andar pelo shopping? Torneios de tênis?

A verdade é que não existe uma única “cura milagrosa” para problemas de memória ou outras alterações cerebrais que surgem com o envelhecimento. Mas há motivos para otimismo. A ciência aponta para uma combinação de fatores sociais e hábitos saudáveis ​​que, considerados em conjunto, podem ajudá-lo a construir, preservar e proteger a função cerebral ao longo do tempo.

Prevenindo a perda de memória

Os especialistas costumavam pensar que o desenvolvimento do cérebro atingiu o pico no final da adolescência e que tudo começou a decair a partir daí. Eles acreditavam que se uma pessoa perdesse células cerebrais devido a problemas como um ferimento na cabeça, derrame ou abuso de substâncias, nada poderia ser feito para restaurar a memória e a função cerebral.

Agora, graças às descobertas da neurociência, sabemos que o cérebro pode desenvolver novas células e formar novas conexões neurais. Como nossos músculos e outras partes do corpo, o cérebro pode se reconstruir por meio de exercícios e uso repetido. O msm enxofre pode ser seu aliado para uma boa saúde, pois ele traz inúmeros benefícios para seu corpo.

Essa é uma ótima notícia para quem pretende viver por muito tempo. Isso significa que podemos prevenir a perda de memória ao nos concentrarmos nas atividades mentais, físicas e sociais que promovem o desenvolvimento saudável do cérebro. Mesmo as pessoas com doença de Alzheimer e outras demências podem se beneficiar de um estilo de vida saudável.

Pode ser útil pensar no cérebro como um reservatório, coletando chuva para usar ao longo do tempo. O processo começa antes do nascimento, à medida que o cérebro começa a se desenvolver, coletando “reservas” para gastar mais tarde. A troca contínua ao longo da vida, à medida que seu cérebro responde às suas experiências e ao ambiente.

Como manter a saúde do cérebro

Aqui estão algumas dicas para preencher e não drenar seu reservatório de energia cerebral:

Faça exercícios regularmente

Demonstrou-se que o exercício físico diário previne ou adia o risco de desenvolver a doença de Alzheimer e outras demências. 15 a 30 minutos por dia podem fazer a diferença.

Se você fuma, pare

O uso do tabaco pode prejudicar todos os seus órgãos, incluindo o cérebro. Mas parar agora aumenta suas chances de um funcionamento cerebral mais saudável no futuro, mesmo que você tenha fumado por muitos anos.

Cuide do seu coração

Um cérebro saudável requer um bom sistema cardiovascular. Se você tem pressão alta, colesterol alto, diabetes ou fibrilação atrial, siga o conselho do seu médico.

Evite uma dieta rica em açúcar

Açúcar elevado no sangue pode aumentar o risco de demência, mesmo sem diabetes. Portanto, evite alimentos altamente adoçados, como refrigerantes e doces.

Mantenha sua mente estimulada

Jogos e quebra-cabeças são ótimos. Mas também considere atividades voluntárias e sociais que o mantêm independente e engajado com amigos e familiares. Por exemplo, aprenda novas habilidades de informática; participe de um conselho, de um clube do livro ou de um grupo de dança; ou experimente jardinagem, artesanato ou culinária.

Evite certos medicamentos

Converse com seu médico sobre sua medicação prescrita e não prescrita. Para a saúde do cérebro, você deseja evitar interações perigosas ou excesso de medicamentos.

Modere ou evite o álcool

Beber tem um efeito mais forte em nossos corpos à medida que envelhecemos. Os especialistas recomendam o limite de um drinque por dia para mulheres e dois drinques por dia para homens.

Previna quedas

As quedas podem causar ferimentos na cabeça, ossos quebrados ou outros danos que desencadeiam a perda gradual ou repentina da função. Para evitar quedas, pratique exercícios de equilíbrio e força.

Esteja ciente de que beber e usar drogas podem afetar o equilíbrio. E tenha cuidado: preste atenção a superfícies irregulares e cabos que podem tropeçar em você. Use sapatos ou chinelos com sola boa. Evite andar descalço ou andar com meias nos pés. Se você andar de bicicleta, use um capacete.

Minimize o estresse

Os hormônios secretados quando você está sob estresse têm um efeito mais forte em cérebros mais velhos, desafiando sua capacidade de se recuperar de perturbações emocionais. Portanto, faça as mudanças devagar e aprenda maneiras de lidar com a ansiedade ou a tensão.

Durma bem

O sono inadequado está relacionado ao pensamento mais lento e ao risco de demência. Sete a nove horas por noite é o melhor. Mas tenha cuidado com os medicamentos para dormir que podem piorar os problemas cognitivos. Em vez disso, converse com seu médico sobre a “higiene do sono”, isto é, hábitos que ajudam seu corpo a se acalmar na hora de dormir.

Seguindo essas dicas com certeza a saúde do seu cérebro estará garantida, e você vai poder viver por longos anos sem qualquer tipo de problema que envolva o seu cérebro, comece agora mesmo.

Instagram