UX Designer: busca por novos profissionais deve acelerar em 2020

Ainda é bastante comum que as pessoas desistam de fazer uma compra on-line pelo fato de considerar ruim a experiência proporcionada por um site ou app. Tal situação poderia ter sido evitada com a ajuda de um profissional que está em alta no mercado: o especialista em “user experience” (UX) ou, em português, experiência do usuário. Para 2020, estimativas de empresas de recrutamento apontam que a busca por novos talentos na área deve se intensificar no mercado de trabalho. 

De acordo com Tiago Mesquita, general manager da Ironhack no Brasil, a razão desse aquecimento pode ser explicada pela expansão acelerada de startups e e-commerces no País, além da transformação digital que muitas companhias tradicionais estão promovendo em seus modelos de negócios para se adaptar ao mundo atual. “Diversas empresas já possuem ao menos um profissional especializado em questões relativas à área de experiência de usuário. Porém, cada vez mais cientes da importância do setor, algumas organizações já sinalizam a intenção de ampliar os seus times em 2020”, afirma.

UX Designer

Hoje os interessados em seguir a carreira de UX Designer precisam contar com sólidos conhecimentos em Pesquisa de Usuário, Design Thinking e demais metodologias ágeis, Arquitetura de Informação (AI), Design Systems e Design de Aplicativos. “Em linhas gerais, o profissional precisa se preocupar com toda a experiência do usuário, verificando como ele se comporta utilizando o sistema, app, site ou software. É preciso realizar periodicamente entrevistas com stakeholders, usuários e fazer análise heurística para encontrar dificuldades de uso e substituí-las com soluções mais eficazes”, complementa.



Onde se especializar para trabalhar na área?

A Ironhack São Paulo, escola global de programação e tecnologia, está com inscrições abertas para o próximo bootcamp intensivo voltado exclusivamente para formação de UX Designers. O curso tem início marcado para o dia 18 de novembro e duração de 10 semanas, com aulas de segunda a sexta-feira, das 9 às 18h. É recomendado tanto para pessoas que pretendem mudar de profissão como aqueles que aspiram acrescentar novos conhecimentos em seu currículo. No segundo grupo, estão inclusos profissionais que desempenham atividades correlatas à área, como designers gráficos, designers industriais, arquitetos, publicitários, profissionais da área da comunicação, entre outros. “Empreendedores, que desejam desenvolver seu próprio aplicativo web ou móvel, e programadores, com interesse de aprender questões relativas à experiência de usuário, também têm motivos para se inscrever”, afirma Mesquita.

Para cumprir a missão de oferecer cursos acessíveis para todas as idades e níveis de conhecimento, após realizar a inscrição o aluno terá acesso a uma plataforma on-line com mais de 60 horas de conteúdo sobre os fundamentos básicos de UX/UI Design. A ação visa familiarizar e nivelar os conhecimentos da classe antes do início das aulas, além de facilitar a progressão do grupo.

No final do bootcamp, o estudante ainda conta com o auxílio da Ironhack para se inserir no mercado de trabalho. A escola organiza uma semana de contratação (Hiring Week) onde os recrutadores de diversas empresas, em busca de novos profissionais, poderão conhecer e entrevistar os recém formados. “A iniciativa visa possibilitar que os alunos saiam encaminhados para uma futura vaga de emprego. Já para as organizações participantes, o benefício é conhecer novos talentos antes mesmo deles começarem a procurar oportunidades de trabalho”, conclui Tiago Mesquita.

Detalhes adicionais do curso podem ser consultados diretamente no link: http://www.ironhack.com/br/cursos/ux-ui-design-bootcamp-learn-ux-design


Ironhack

Fundada em 2013 por Ariel Quiñones e Gonzalo Manrique, a Ironhack é uma escola de tecnologia com unidades em Madri, Barcelona, Berlim, Paris, Miami, Cidade do México, Amsterdã, Lisboa e São Paulo, voltada para o treinamento de alunos para empregos digitais. A Ironhack já treinou mais de 3 mil estudantes de 70 nacionalidades diferentes em seis anos e foi reconhecida como uma das três melhores escolas do mundo pelo coursereport.com e switchup.org. Com um modelo que tem garantido a empregabilidade de 85% de seus estudantes em até três meses ao treinamento, sua missão é permitir que qualquer um seja protagonista da revolução digital. Mais informações pelo site: www.ironhack.com.