SLT e Programa Respeito à Vida desenvolvem ações em pontos críticos de acidentes rodoviários

A Secretaria Estadual de Logística e Transportes, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), em parceria com o Programa Respeito à Vida do Governo do Estado de São Paulo, desenvolvem ações em pontos críticos de acidentes rodoviários que garantirão melhores condições de segurança e conforto aos usuários a partir deste ano. As ações serão divulgadas nesta terça-feira, durante anúncio do Programa que acontece no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O planejamento consiste na análise de 100 trechos críticos em estradas, indicados pelo Infosiga, com alto índice de severidade de acidentes entre 2017 e 2018. Destes 100 trechos, 59 estão concentrados em rodovias administradas pelo DER, 37 trechos rodoviários sob concessão e quatro trechos em estradas municipais.

Com esta base de dados, a área técnica de engenharia do DER deu início ao mapeamento destes trechos para que os pontos específicos de acidentes sejam identificados e o aprimoramento destes locais seja realizado. A correção destes pontos críticos consiste em intervenções por meio de obras de modernização, implantação de radares, lombadas, placas, pintura de faixas, colocação de defensas metálicas ou barreiras de concreto entre outras.

Mapeamento de pontos críticos pelo DER – Há nestes 59 trechos críticos em rodovias administradas pelo DER, obras já em andamento em dois pontos específicos. Na Rodovia Rodovia Feliciano Sales da Cunha (SP 310), em Sud Mennucci, onde obras estão em andamento, e na João Beira (SP 095), onde o DER planeja a retomada de obras na cidade de Amparo. Nos outros 57 pontos, o DER desenvolverá, ao longo deste ano, trabalhos nas rodovias por meio de suas equipes de conservação e sinalização.

Segurança viária gera desenvolvimento econômico e social – Para o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, o levantamento dos trechos críticos e a análise minuciosa da equipe de engenharia do DER propiciarão mais segurança aos motoristas e uma sensível queda no número de acidentes. “Venho acompanhando o trabalho de mapeamento do DER e dentro dos trechos críticos, que possuem às vezes vários quilômetros de extensão, há pontos perigosos onde os acidentes acontecem. É ali que a equipe realiza estudo aprofundado e descobre muitas vezes que pequenas intervenções, como a instalação de um radar ou mesmo melhorias na sinalização viária sanam o problema e erradicam os acidentes nestes pontos”.

João Octaviano destaca ainda que “a melhoria das condições de segurança viária salva vidas e também fomenta o desenvolvimento econômico e social do país, já que a maior parte do escoamento da produção industrial e agrícola acontece pelas estradas”. “Neste sentido, a Secretaria Estadual de Logística e Transportes realiza um amplo estudo para implementação de uma matriz logística que integre todos os modais de maneira estratégica, reduzindo tempo e custos neste tipo de transporte, conclui João Octaviano”.