Hospital de retaguarda sai em 45 dias e será novo Pronto-Socorro

A Prefeitura de São José dos Campos anunciou nesta sexta-feira (29) a construção de um Hospital de Retaguarda em 45 dias para ampliar a capacidade de atendimento do município a pacientes com o novo coronavírus.

Diferentemente de um hospital de campanha, após a pandemia a construção ficará na cidade e será o novo Pronto- Socorro do Hospital Municipal.

A construção modular será feita próxima ao HM, na Vila Industrial, numa área de 3.100 metros quadrados, com 1.554 metros quadrados de área construída em dois pavimentos.

A obra foi estimada em R$ 12,9 milhões e será feita com a maior parte de recursos doados por empresas de São José que querem ajudar no enfrentamento à pandemia.

Foto:Rodolfo Moreira

Prefeitura de São José dos Campos 

A Prefeitura utilizará R$ 4,5 milhões de recursos próprios. A Urbam (Urbanizadora Municipal) dará apoio técnico à obra que terá início nos próximos dias.

Outras empresas que queiram fazer doações, sem contrapartida do Município, poderão manifestar o interesse em 15 dias, por meio do edital de chamamento que foi publicado no Boletim do Município, disponível no site oficial www.sjc.sp.gov.br.

O Hospital de Retaguarda-novo Pronto-Socorro adulto e infantil oferecerá um melhor atendimento à população.

O PS sairá das dependências do HM para uma nova unidade com espaço mais amplo que o atual, ala exclusiva para atendimento infantil e equipamentos de última geração.

Foto:Rodolfo Moreira

Construção em tempo recorde

A construção modular feita pela Brasil ao Cubo em caráter definitivo será quatro vezes mais rápida do que o sistema tradicional de alvenaria.

Os chassis estruturais feitos em aço recebem paredes, teto, pisos, instalações elétricas, hidráulicas e tubulações de ar comprimido.O hospital já será entregue com os leitos.

SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina)

A unidade será gerenciada pela SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina) que já é a responsável pelo HM.

A Secretaria de Saúde está colocando em prática a nova fase do plano de contingência para ampliar o atendimento aos pacientes com a covid-19.

A primeira etapa compreendeu a criação da ala covid, no HM, no lugar onde funcionava o ambulatório de pediatria (transferido temporariamente para o prédio do Centro de Reabilitação Lucy Motoro), que hoje comporta 50 leitos (sendo 34 de UTI).

A segunda etapa foi a criação de uma nova ala com 40 leitos de enfermaria, toda reformada e adaptada, onde antes funcionava uma antiga UTI do hospital. Ela está localizada numa ponta isolada do prédio, proporcionando maior independência e menor risco.

Foto:Rodolfo Moreira

Hospital de Retaguarda

A construção do Hospital de Retaguarda foi deflagrada mediante estudo apresentado ao Comitê Municipal de Enfrentamento ao novo Coronavírus, em reunião realizada no dia 4 de maio de 2020, pelo Instituto Adolfo Lutz que apresentou um cenário preocupante para todo o Vale do Paraíba entre os meses de maio a agosto de 2020, com uma possível escalada dos casos.

Instagram