Governo de SP participa da ‘1ª Reunião Regional de Diálogo para o Desenvolvimento Humano da América Latina’

Secretária Célia Parnes representou o Governo do Estado de São Paulo ao debater e apresentar as medidas de proteção social adotadas no enfrentamento à Covid-19

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes, participou nesta quinta-feira, 11 de junho, da ‘1ª Reunião Regional de Diálogo para o Desenvolvimento Humano da América Latina’, por videoconferência, para debater e apresentar medidas de proteção social adotadas no enfrentamento à Covid-19.

A iniciativa teve o intuito de fortalecer os vínculos entre os gestores das pastas sociais, trocar experiências em nível internacional, identificar boas práticas e avançar na construção de uma rede de proteção para combater as vulnerabilidades sociais previstas com os desdobramentos do Coronavírus, por toda a América Latina.

1ª Reunião Regional de Diálogo para o Desenvolvimento Humano da América Latina

“Conhecer as práticas de Assistência Aocial de outras regiões da América Latina, de grandes metrópoles, com cenários de vulnerabilidade social semelhantes aos nossos, nos permitiu compreender que a segurança alimentar é uma das grandes prioridades na proteção da população”, afirma Célia Parnes, Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, que complementa: “O grande diferencial presente ao longo de toda reunião, foi a expressividade numérica dos programas do Governo do Estado, por apresentarem um conjunto muito maior de ações de proteção social”.

Participaram do encontro – além da Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes, representando o Brasil; a Ministra do Desenvolvimento Humano e Habitação de Buenos Aires (Argentina), María Migliore; a Secretária de Inclusão Social, Família e Direitos Humanos da cidade de Medellín (Colômbia), Mónica Alejandra Gómez Laverde; e a Secretária de Inclusão e Bem-Estar Social da Cidade do México (México), Almudena Ocejo Rojo.

Ao longo da reunião, foram discutidas as temáticas sociais de ajuda humanitária e os eixos principais de atenção por público em vulnerabilidade, levando em consideração as particularidades regionais de cada país.

A pasta estadual de Desenvolvimento Social de São Paulo apresentou alguns de seus programas que já estão em andamento, como o ‘Alimento Solidário’ que distribuirá 1 milhão de cestas no Estado, atendendo 4 milhões de pessoas em extrema vulnerabilidade; a ampliação no atendimento dos 59 restaurantes Bom Prato que passou a ofertar jantares, servindo três refeições diárias – funcionando inclusive aos finais de semana e feriados, além da gratuidade nas refeições para as pessoas em situação de rua cadastradas pelos municípios; o projeto ‘Merenda em Casa’ que dará subsídio a mais de 730 mil estudantes da rede estadual na compra de alimentos; a distribuição de 2,6 milhões de máscaras para população mais vulnerável; o repasse de R$ 3 milhões para mais de 500 serviços de acolhimento para idosos; a distribuição de aproximadamente 300 mil itens de higiene bucal e equipamentos de proteção individual (máscaras) para cerca de 30 mil crianças beneficiadas pelo programa ‘Criança Feliz’; a campanha Inverno Solidário do Fundo Social de São Paulo; a instalação pela Sabesp de 170 lavatórios públicos em todo o Estado; o mutirão para emissão de RG de pessoas em situação de rua pela Secretaria de Segurança Pública; entre outros.

Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes

“Participar desta primeira reunião foi muito importante, pois iniciamos um relacionamento profícuo para a troca de tecnologias sociais e o intercâmbio de ações de enfrentamento à Covid-19”, finaliza Célia Parnes.

Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes -Foto: Governo do Estado de São Paulo/Arquivo

Instagram