Empresas de ônibus no Brasil e no exterior adotam inovações da Marcopolo para evitarem contaminações por coronavírus

Empresas de ônibus no Brasil e no exterior começam a adotar as inovações de biossegurança da plataforma Marcopolo BioSafe, para evitarem as contaminações por Covid-19, além de outros vírus e bactérias, durante as viagens. A plataforma foi lançada em junho pela Marcopolo, líder na fabricação de carrocerias de ônibus no país e referência no desenvolvimento de soluções para mobilidade. Entre as companhias que já implantaram as novas soluções estão a Doce Rio Fretamento e Turismo, do Rio de Janeiro (RJ), e a empresa Andimar, no Chile.

Plataforma Marcopolo BioSafe

A plataforma Marcopolo BioSafe abrange uma série de inovações que visam proteger passageiros e profissionais no transporte coletivo. Entre elas, estão um avançado sistema de desinfecção por névoa (FIP Onboard, desenvolvido em parceria com a startup Aurratech), o distanciamento seguro de poltronas, cortinas de proteção antimicrobianas e uso de raios ultravioletas UV-C no ar-condicionado e nos sanitários. Todas foram testadas pelo Laboratório de Microbiologia Clínica da Universidade de Caxias do Sul. Veja aqui o vídeo do ô n i b u s p ó s – p a n d e m i a .

Ônibus

“Embora os ônibus não sejam vetores de transmissão de coronavírus, inovamos para resgatar a confiança dos passageiros neste cenário de pandemia e ajudar a mitigar os riscos de contaminação de diversas doenças, incluindo a Covid-19. Desta forma, também contribuímos com a retomada dos setores de transporte e turismo, que são cruciais para a própria retomada econômica do país”, afirma James Bellini, CEO da Marcopolo.

A Doce Rio Fretamento e Turismo adotou o sistema de desinfecção por névoa. “Na nossa visão, nosso negócio busca sempre unir tecnologia, segurança e bem-estar dos funcionários e dos clientes. Por isso, estamos sempre nos modernizando e somos focados em inovação”, relata Erasmo Machado de Vasconcelos, sócio-diretor da empresa, que conta com uma frota de 126 veículos. Já a chilena Andimar acaba de adquirir 13 ônibus modelo Paradiso 1800 DD para o transporte privado de passageiros de uma mineradora no país. Os itens BioSafe embarcados são: álcool gel na porta e no início da escada para o segundo piso, desinfecção por raios ultravioletas UV-C no sanitário e cortinas antimicrobianas entre as poltronas e o corredor.

A Marcopolo também começou a oferecer o FIP Onboard para o mercado peruano. O serviço de desinfecção dos veículos é viabilizado pela representante oficial da empresa no país, a Mercobus. Os testes de implementação começaram com empresas que atuam no segmento rodoviário de longa distância e no transporte privado de profissionais para as companhias mineradoras. Na Argentina, a primeira aquisição de um ônibus com um abrangente conjunto de soluções, que incluem desde álcool gel na entrada do veículo a cortinas e capas de assentos antimicrobianas, acaba de ser realizada pela empresa Gaspar Diaz Turismo, de Buenos Aires.

Marcopolo

A Marcopolo lembra que, apesar destes novos recursos, os passageiros devem continuar seguindo as recomendações das autoridades sanitárias para proteção à Covid-19, incluindo o uso de máscaras e desinfecção das mãos.

Covid-19

Outras aplicações – Algumas soluções da companhia, no entanto, extrapolam o setor de transporte e poderão ser aplicadas em diversos ambientes como, por exemplo, unidades médicas, indústrias alimentícias e escritórios, entre outros estabelecimentos. Um exemplo é a desinfecção por névoa, chamada sistema FIP Spaces, oferecida em conjunto com a startup Aurratech e já adotada pelo luxuoso Etnia Casa Hotel, em Trancoso (BA). O hotel é o representante de vendas exclusivo para o segmento hoteleiro.

Imagem de Mario Venzlaff por Pixabay 

Instagram