Bolsas de estudo: ação entre Rappi e Ironhack recebe mais de 5 mil inscrições

Mais de cinco mil pessoas se inscreveram ao programa de bolsas de estudo organizado pela Ironhack, escola global de tecnologia e programação, e a Rappi, aplicativo de delivery de tudo. No total, serão disponibilizadas três bolsas integrais de R$ 17.000 e mais de 60 bolsas parciais de até 75% no valor dos cursos da Ironhack. Os selecionados poderão usufruir do benefício nos próximos bootcamps de Desenvolvimento Web, UX/UI Design e Data Analytics, com início em junho.

Tiago Mesquita, general manager da Ironhack no Brasil, afirma que a adesão dos participantes surpreendeu positivamente. “Esperávamos uma marca relevante, acima de mil pessoas, mas o número até o momento superou todas as nossas expectativas”, revela.

Com a crescente demanda de talentos para os chamados empregos digitais no Brasil, os cursos da Ironhack são recomendados para as pessoas que pretendem aprimorar seus conhecimentos ou atuar futuramente na área da tecnologia. “Queremos trazer a oportunidade para que mais brasileiros se qualifiquem de uma maneira imersiva, acelerada e, assim, contar com a possibilidade de ingressar em um mercado de trabalho aquecido, com alta demanda por profissionais”, argumenta Mesquita.]

Os interessados em pleitear as bolsas de estudo podem efetuar as inscrições até o dia 24 de maio. Para isso, devem acessar a página http://www.ironhack.com/bolsas-rappi, onde encontrarão informações sobre a parceria e, em seguida, precisam clicar no botão “Se Inscreva para a Bolsa” para preencher um formulário de cadastro. Após isso, os inscritos receberão materiais de estudo para realizar um teste técnico on-line e os aprovados farão uma entrevista on-line com o time da Ironhack. Os contemplados serão anunciados até o dia 30 de maio.

Há cerca de um ano no Brasil, a Ironhack possui bootcamps de 9 ou 28 semanas e tem uma taxa de colocação profissional acima de 85% entre os seus alunos. Tiago Mesquita lembra que o resultado é fruto da metodologia dos cursos, uma vez que eles aliam todos os dias conteúdo teórico com exercícios práticos. Além disso, as aulas são ministradas por um professor principal com o apoio de professores assistentes, que auxiliam os alunos com dúvidas pontuais. Os bootcamps também contam com acompanhamento periódico de um profissional com reconhecida experiência no mercado e terminam com uma Hiring Week, onde empresas parceiras em busca de Desenvolvedores, UX/UI Designers e Data Analysts entrevistam os alunos recém-formados.

Sobre a Ironhack

Fundada em 2013 por Ariel Quiñones e Gonzalo Manrique, a Ironhack é uma escola de tecnologia com campus em Madrid, Barcelona, Berlim, Paris, Amsterdã, Lisboa, Miami, Cidade do México e São Paulo, voltada para o treinamento de alunos para empregos digitais. A Ironhack já treinou mais de 3 mil estudantes de 70 nacionalidades diferentes em pouco mais de cinco anos e foi reconhecida como uma das três melhores escolas do mundo pelo coursereport.com e switchup.org. Com um modelo que tem garantido a empregabilidade de mais de 85% de seus estudantes em até três meses depois do treinamento, a sua missão é permitir que qualquer um seja protagonista da revolução digital. Mais informações em: www.ironhack.com.




Sobre a Rappi

A Rappi é um aplicativo de delivery de tudo que tem como objetivo ser o assistente pessoal dos seus usuários. A startup colombiana chegou ao Brasil em julho de 2017 e hoje já está presente em 19 cidades brasileiras. Por meio da plataforma é possível comprar produtos de diferentes categorias, desde Restaurantes, Supermercados e Bebidas até literalmente Qualquer Coisa – esta última inclui a compra de qualquer produto, basta dizer o que deseja, que os assistentes compram e levam até o cliente. Além disso, o aplicativo conta com uma carteira virtual, o RappiPay, onde é possível fazer transferências e até mesmo pagamentos em estabelecimentos parceiros. Em 2016, a empresa foi acelerada pela Y Combinator, a mais importante incubadora de startups do mundo. No início de 2018, recebeu um aporte de US$185 milhões, o que permitiu a sua expansão no Brasil e na América Latina; em setembro deste ano recebeu um novo aporte, desta vez US$220 milhões, se tornando o novo unicórnio latino americano. Além do Brasil, a Rappi está presente na Colômbia, México, Argentina, Chile, Uruguai e Peru.