A IMPORTÂNCIA NA ESCOLHA DO LABORATÓRIO ESPECIALIZADO EM ENDOMETRIOSE

De causas ainda não esclarecidas em sua totalidade, a endometriose caracteriza-se pelo crescimento do endométrio (tecido que reveste internamente o útero) em regiões estranhas ao perímetro uterino. Em muitos casos, tal crescimento irregular ocorre nos ovários, intestinos, tubas, peritônio, bexiga, ou ainda, dentro do músculo no próprio útero, neste caso sua denominação é “adenomiose”.

O número de casos diagnosticados de endometriose vem aumentando muito nos últimos anos, causando inclusive grande preocupação para autoridades, muito devido a seriedade com que devem ser tratados os sintomas da doença. Um diagnóstico precoce pode favorecer bastante uma possível ação curativa, com mais eficácia e rapidez e por este motivo, entre outros, que é de grande importância a correta escolha do laboratório especializado em endometriose.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) estima que entre 10 a 14% das mulheres, quando em sua fase reprodutiva, ou seja, de 19 a 44 anos, bem como, 25 a 50% das não férteis, tenham a doença. Só no Brasil, a probabilidade de mulheres com endometriose chega ao número de 6 milhões. Tais números demonstram a razão da preocupação dos profissionais da saúde, analistas e autoridades.

DIAGNÓSTICO DA ENDOMETRIOSE

Para se fazer o diagnóstico correto da endometriose é necessário também que os sintomas sejam valorizados. Eles podem ser formados por dores em período menstrual, cólicas recorrentes, dor pélvica, desconforto e dor quando nas relações sexuais, diarreia, dores ao urinar ou evacuar, fadiga, infertilidade, entre outros sintomas.

A história clínica da paciente deve ser considerada em um diagnóstico, além da realização de exames físicos e os realizados em laboratório especializado em endometriose, exames de imagem, entre os quais podem estar: ressonância magnética pélvica e ultrassonografia transvaginal. Já o diagnóstico final deve ser feito com a videolaparoscopia cirúrgica, quando são retiradas as lesões e o estudo anatomopatológico é feito.

DIFERENTES TIPOS DA DOENÇA

Recentemente ocorreram avanços relacionados aos estudos da endometriose, com pesquisas que geraram uma nova classificação da doença. Em seus três tipos existentes há “endometriose” em suas nomenclaturas, embora sejam consideradas doenças diferentes, pois suas origens não são as mesmas.

  1. Endometriose Superficial ou Peritoneal: caracteriza-se principalmente por lesões abdominais internas, que podem até mesmo chegar a atingir o diafragma;
  1. Endometriose Ovariana: sua identificação é feita através do ultrassom ou da ressonância magnética, indicando imagem cística com considerável e espesso conteúdo, ou seja, os endometriomas;
  1. Endometriose Profunda: é caracterizada principalmente quando os focos de endometriose possuem profundidade com mais de 5 mm. Este é o tipo que mais significância possui para a vida rotineira do paciente, pois pode influenciar negativamente em sua qualidade de vida.

LABORATÓRIO ESPECIALIZADO EM ENDOMETRIOSE

Como foi visto essa doença pode acarretar grandes problemas as mulheres, se não tratada corretamente, por isso é tão importante a escolha certa de um laboratório especializado nessa área. Para isso é necessário utilizar de alguns critérios para o êxito na busca. Ao necessitar de um laboratório, o ideal é que possua profissionais que tenham expertise e sejam considerados referência em seu ramo. O atendimento também deve ser humanizado e com atenção a processos de excelência.

Os melhores laboratórios com especialização em endometriose possuem estruturas capazes de oferecer aos pacientes e seus médicos os mais assertivos subsídios para o diagnóstico e tratamento da doença. Ao evidenciar tais critérios básicos para analisar a melhor escolha, a paciente já estará no caminho para ter eficácia em seu diagnóstico e tratamento correto.