Via Sacra na madrugada da Sexta-feira Santa deve reunir milhares de fiéis

Na Sexta-feira Santa (19), católicos de todo o mundo recordam a Paixão e Morte de Jesus. Em Aparecida (SP), a tradição da oração da Via Sacra no Morro do Cruzeiro acorda a cidade com orações e cânticos que recordam os últimos momentos da vida de Cristo. A procissãose inicia às 5h e percorre cerca de 900 metros, em uma caminhada até o alto da colina, se encerrando aos pés do Cruzeiro que nomeia o espaço.

A caminhada, de cerca de uma hora e meia, é marcada pelo silêncio e pelo respeito. Para ajudar na reflexão dos fiéis, além das orações próprias deste exercício de piedade popular, 14 painéis confeccionados em cimento pelo artista Adélio Sarro, representam o sofrimento de Cristo no caminho para o Calvário.

O momento reúne aparecidenses e romeiros, que realizam o percurso como forma depenitência e recordação dos sofrimentos vividos por Jesus em Jerusalém. Muitos dos fiéis presentes carregam velas nas mãos, representando a luz de Cristo que venceu a escuridão da morte.

Uma tradição de fé – A primeira cruz no alto do morro foi fixada em 1925, iniciando a tradição de peregrinar até este local. Durante a celebração da Semana Santa do ano de 1948, foram inauguradas as capelinhas da Via-Sacra pelo então vigário, Padre Antônio Pinto de Andrade. No ano 2000, o local foi remodelado, ganhando a forma de hoje.

Meditação jovem – Também na Sexta-feira Santa, no interior da Basílica de Aparecida, às 9h, os Jovens de Maria, pastoral jovem do Santuário Nacional, meditam os últimos momentos da vida de Jesus. A celebração será inspirada na Via Sacra feita na últimaJornada Mundial da Juventude (JMJ), realizada em janeiro deste ano no Panamá. O roteiro da Via Sacra vai apresentar realidades da juventude e da sociedade atual. Durante o momento oracional, elas serão apresentadas a Deus junto ao sofrimento de Cristo.

::Medite a Paixão de Cristo na Via Sacra do Santuário de Aparecida

Celebrações da sexta-feira – Além da oração da Via Sacra no Morro do Cruzeiro e no interior da Basílica, outras atividades estão programadas para a Sexta-feira Santa no Santuário Nacional. Ao meio-dia, acontece a celebração do Sermão das Sete Palavras, que rememora as últimas expressões de Jesus, quando já estava crucificado. No período da tarde, às 15h tem início a principal cerimônia do dia, com a Celebração da Paixão, seguida, às 16h30, da Procissão do Senhor Morto. A expressão de fé, que acontece ao redor do maior templo mariano do mundo, encerra a programação da data.  Ao longo de toda a sexta-feira, são esperados quase 43 mil fiéis.

::Confira a programação completa da Semana Santa

 

Fonte: Santuário Nacional

Foto:Thiago Leon