Vendas para o Dia dos Pais podem crescer 3%

Pesquisa da FCDLESP aponta cautela do varejo e ticket médio de compra entre R$ 100 e R$ 150,00

Uma pesquisa realizada pela FCDLESP (Federação das Câmaras Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo) mostra que as vendas para o Dia dos Pais devem crescer em até 3% com ticket médio de compras entre R$ 100,00 e R$ 150,00. No entanto, pequenas e médias cidades do interior do estado esperam tickets menores entre R$ 60,00 e R$ 100,00.

Para 45% das CDLs entrevistadas, o crescimento das vendas pode ser tímido e atingir 3%, enquanto 18% acredita em até 5% de aumento. Embora a economia apresente melhora, o crescimento do consumo ainda deve ser lento e gradual. “O país ainda passa por muitas incertezas, tanto políticas quanto econômicas. Estas razões fazem o consumidor ficar mais cauteloso e pensar em comprar o essencial”, explica o presidente da FCDLESP, Mauricio Stainoff.

Isso não significa que filhos deixarão de presentear seus pais, afirma Stainoff, mas pode ser uma data de lembrancinhas em que alguns setores da economia se destacarão mais. “Vestuário, calçados e perfumaria são segmentos que tendem a faturar mais nesta época”, comenta.

Abaixo, confira mais dados da pesquisa por região.

Cidade de São Paulo

A região do Bom Retiro, conhecida pelo comércio tradicional de vestuário, acredita em uma data difícil para as vendas e não aposta em grandes números. Para o presidente da CDL do Bom Retiro, Nelson Tranquez, o tícket médio deve ser de R$ 100,00 a R$150,00. Se houver aumento, este pode chegar a 3%.

Já a CDL de São Lucas, zona leste da capital, acredita em uma data com perspectivas menores de compra, com um ticket médio entre R$ 60,00 e R$ 100,00.

Interior

Um pouco mais otimista, a CDL de Barretos registrou um crescimento de vendas de 3% em 2017 e para este ano a expectativa é de 5%, com destaque para o setor de alimentos. “Observamos que um segmento que está crescendo é o de alimentação fora do lar. É possível que este setor tenha mais destaque para a data”, conta o presidente da CDL de Barretos, André Luis Peroni Ângelo.

Para a região é esperado que o consumidor gaste na data o valor de R$ 100,00 a R$ 150,00.

Em Sorocaba, a expectativa de vendas é de 3% igual ao ano passado, também com um ticket médio de R$ 100 a R$ 150,00, com destaque para o setor de confecções.

Mauricio Stainoff, presidente da FCDLESP
Divulgação