Vacinação contra a gripe ultrapassa 100% do público-alvo

A Vigilância Epidemiológica da Prefeitura divulgou nesta quarta-feira (12) os números finais da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza) em São José dos Campos.

No período de 10 de abril a 31 de maio, foram imunizadas 219.622 pessoas do chamado grupo de risco, o que representa uma cobertura vacinal de 106,1% do público-alvo estimado (207.029).

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde era vacinar 90% deste grupo, formado por crianças de 6 meses a menores de 6 anos, idosos, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, professores e doentes crônicos.

Fora este grupo, também poderiam se vacinar a população privada de liberdade e os profissionais do sistema prisional e de segurança pública, como policiais e bombeiros.

O grupo que alcançou a maior cobertura vacinal foi o de idosos, com 75.950 doses aplicadas (119,9% de cobertura), seguido dos professores (109,1%), trabalhadores da saúde (99,5%), puérperas (98,4%) e gestantes (90,1%). As crianças (81,7%) e os doentes crônicos (75,6%) não atingiram a cobertura de 90%.

Após o encerramento da campanha, em 31 de maio, a Prefeitura disponibilizou as doses remanescentes para a população geral. Em dois dias de vacinação (3 e 4 de junho), foram imunizadas 20.875 pessoas fora do chamado grupo de risco.

Considerando o público-alvo e os demais que não se enquadram no chamado grupo de risco, foram imunizadas em São José dos Campos um total de 242.944 pessoas.

Coberturas vacinais da campanha de 2019

Crianças – 39.100 (81,7%)

Trabalhador da saúde – 20.982 (99,5%)

Gestantes – 6.461 (90,1%)

Puérperas – 1.160 (98,4%)

Idosos – 75.950 (119,9%)

Professores – 7.927 (109,1%)

Doentes crônicos – 44.720 (74,6%)

Total: 219.622 (106,1%)

Outros grupos sem estimativa de cobertura

Profissionais do sistema prisional – 140

Privados de liberdade – 1.130

Policiais – 1.177

Pessoas fora do grupo de risco – 20.875

Total – 23.322

Total geral – 242.944

Considerando o público-alvo e os que não se enquadram do chamado grupo de risco, foram vacinadas mais de 240 mil pessoas – Foto: Lucas Cabral/PMSJC