Triathlon: Isadora Andreatti conquista vaga para o Mundial 2020

A paranaense Isadora Miato Andreatti (Tecnobank), de 18 anos, conquistou o primeiro lugar na categoria mais jovem da edição 2019 do Ironman 70.3 do Rio de Janeiro, disputado no último domingo (22). O evento reuniu mais de 1.300 atletas de 26 países para completarem o desafio de percorrer 1.9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21.1 km de corrida.

Mundial de Triathlon de 2020

O primeiro lugar de Isadora na competição garantiu à atleta uma vaga para o Mundial de Triathlon de 2020. Essa será a segunda participação da jovem na competição a nível mundial, já que, no dia 7 de setembro, ela participou do Ironman 70.3 de Nice, na França, como a atleta mais nova da competição.

“Eu vim do Mundial da França com foco no do ano que vem, mas como a etapa do Rio de Janeiro era muito próxima, eu sabia que o cansaço e o desgaste físico seriam desafios a serem vencidos”, conta Isadora. Apesar da sequência de provas, o resultado foi ainda melhor que o esperado. “Eu ainda contava com a prova de São Paulo para a classificação, já que hoje eu não estaria no meu melhor”, explica.

Isadora tem agora como objetivo principal completar o Ironman 140.6, composto por 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,195 km de corrida. “Foi muito mais do que um sonho realizado conquistar as vagas para dois mundiais. Agora, o objetivo é crescer ainda mais e chegar no fim de um Ironman completo”, finaliza. Além disso, a atleta segue a preparação para o próximo Mundial, que será disputado em novembro de 2020, na Nova Zelândia.

Ironman 70.3 do Rio de Janeiro

O primeiro lugar de Isadora na competição garantiu à atleta uma vaga para o Mundial de Triathlon de 2020 Créditos: Divulgação