Travessias litorâneas e rodovias estaduais terão Operação 9 de Julho

Neste feriado prolongado de 9 de julho, quando comemora-se o Dia da Revolução Constitucionalista de 1932 no Estado de São Paulo, a Secretaria de Logística e Transportes realiza a Operação 9 de Julho nas rodovias não concedidas, sob administração do DER-SP, e nas travessias litorâneas, operadas pela Dersa. O esquema especial começa já nesta sexta-feira (5) e se estende até terça-feira (9).

Durante os quatro dias do feriado prolongado, a Dersa aguarda 266.757 usuários nas oito travessias administradas pela empresa em todo o litoral paulista. Desse total, 127.364 são veículos (motos, automóveis e caminhões), o restante são ciclistas e pedestres. A travessia mais procurada é a Santos/Guarujá, por onde devem passar quase 128 mil usuários (93.689 veículos), seguida por São Sebastião/Ilhabela, com estimativa de quase 54 mil usuários (22.339 veículos).

A Dersa segue investindo na melhora das informações prestadas aos usuários e mantém painéis de mensagens variáveis com informações em tempo real sobre as travessias e mensagens educativas. Dessa forma, os motoristas podem evitar horários de pico, programar a viagem e, eventualmente, buscar rotas alternativas para seus destinos. A exemplo do que ocorreu durante o Carnaval, 13 PMV´s (Painéis de Mensagens Variáveis) seguem instalados em pontos estratégicos dos viários municipais.

O usuário também tem à disposição o aplicativo Travessias, que traz informações sobre tempo para embarque em cada travessia, imagens online de câmeras de monitoramento, condições meteorológicas, tarifas e avisos ao usuário. O aplicativo está disponível gratuitamente para smartphones com sistemas Android e iOS.

Manutenção noturna

Para garantir agilidade na oferta de embarcações à população, a atual gestão mantém as manutenções em período noturno, implantadas neste ano. Antes elas eram feitas apenas de segunda a sexta-feira e em horário comercial. No período noturno, geralmente de baixa demanda, os reparos se dão sem atrapalhar a operação. Em cada região (litoral norte, litoral centro e litoral sul) também haverá um caminhão-tanque com combustível extra para as embarcações.

Toda a operação da Operação Férias 2019, incluindo o feriado da Revolução Constitucionalista, será monitorada pelo Centro de Controle Operacional (CCO), 24 horas por dia, com a utilização de sistemas que fornecem previsões horárias da demanda de usuários e veículos, além de fazer o acompanhamento da entrada e saída de navios no canal do Porto. O CCO dispõe de 133 câmeras instaladas nas oito travessias. Ao todo, serão 960 profissionais envolvidos em diversas áreas.

Nas estradas

Os motoristas contarão com rodovias mais seguras e esquema operacional que visa minimizar os impactos do alto fluxo de veículos e torna as viagens dos usuários mais confortáveis e seguras. Uma das novidades desta Operação Inverno foi a implantação de um CCO (Centro de Controle Operacional) móvel do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), estrategicamente montado na cidade de Campos do Jordão. A medida garante agilidade no acionamento dos serviços emergenciais de guincho ou socorro mecânico.

Este CCO de Campos do Jordão funciona 24 horas por dia, com 30 funcionários trabalhando exclusivamente no monitoramento da SP 123.

Além disso, o DER reforçou os recursos operacionais das rodovias que integram a Operação Inverno com 74 caminhonetes de inspeção, 122 guinchos leves, 17 guinchos pesados e 124 veículos de apoio. O Departamento também investiu na compra de 600 cones noturnos para melhorar a sinalização e garantir segurança aos usuários nos trechos de operação montados ao longo da rodovia.