TJSP sedia cerimônia de abertura do 76º Encontro do Colégio de Presidentes dos TREs

São Paulo discute Justiça Eleitoral no 76º Coptrel.

        O Salão Nobre Ministro Costa Manso, no 5º andar do Palácio da Justiça, sede do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi o local escolhido para a abertura da 76ª edição do Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel), em cerimônia realizada na noite de ontem (4). A reunião de trabalho dos que respondem pelos TREs no Brasil, que tem continuidade no dia de hoje (5), busca aperfeiçoar a prestação do serviço e desenvolver ferramentas que auxiliem o processo eleitoral. Confira vídeo do evento.

        Ao abrir os trabalhos, o presidente do TJSP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, exaltou a realização da solenidade no que chamou de “sacrário da Justiça de São Paulo” e saudou os representantes de toda a Justiça Eleitoral brasileira. “Quero lembrar que esta mesma sala, no dia 25 de maio de 1932, foi cenário da primeira sessão provisória para a instalação do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo e, hoje, é uma satisfação realizar aqui esse encontro tão relevante para a estruturação dessa Justiça, que é a pedra angular do Estado Democrático de Direito.”

        Já o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Carlos Bastide Horbach valorizou as conquistas resultantes da congregação entre tribunais. “Se examinarmos as diferentes competências do Coptrel, vamos ver que ele cumpre com destaque seu objetivo de defesa das prerrogativas da Justiça Eleitoral, a integração entre os tribunais, o intercâmbio de experiências entre as diferentes cortes eleitorais do País, o estudo das intrincadas matérias do Direito Eleitoral e a proposição de soluções para eventuais problemas que surjam comuns ao Tribunal Superior Eleitoral.”

        O Coptrel é uma sociedade civil sem fins lucrativos formada pelos desembargadores em exercício das Presidências dos TREs do País. O atual titular do órgão, o desembargador Carlos Eduardo Cauduro Padin, presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), enalteceu o simbolismo do local escolhido para o encontro. “Tudo o que este lugar representa, toda a sinergia que este tribunal, que este salão nobre, traz a todos os magistrados, nos faz refletir por todas as pessoas que por aqui passaram e as lições delas, como podemos sentir a densidade da nossa instituição, a responsabilidade que, com muita alegria e disposição, levamos adiante e renovamos as nossas forças. Esta renovação é a razão de estarmos aqui.”

        Além dos desembargadores presidentes do TJSP e do TRE-SP e do ministro do TSE, compuseram a mesa de abertura dos trabalhos o secretário de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, Paulo Dimas Debellis Mascaretti, representando o governador; o vice-presidente do TJSP, desembargador Artur Marques da Silva Filho; o vice-presidente e corregedor Regional Eleitoral de São Paulo, desembargador Waldir Sebastião de Nuevo Campos Júnior;o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) e vice-presidente do Coptrel, desembargador Cleones Carvalho Cunha; o secretário executivo do CGI.br, Hartmut Richard Glaser; o conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Henrique de Almeida Ávila; presidente do TRE-AM e secretário do Coptrel, João de Jesus Abdala Simões; e o professor doutor André Guilherme Lemos Jorge, diretor da Uninove, representando o reitor.

        Também prestigiaram a cerimônia as senhoras Maria Amélia Junqueira de Andrade Pereira Calças e Silvia Maria Setti Cauduro Padin; os desembargadores presidentes dos TREs Regina Célia Ferrari Longuini (Acre), Pedro Augusto Mendonça de Araújo (Alagoas), Rommel Araújo de Oliveira (Amapá), Edmilson Jatahy Fonseca Júnior (Bahia), Haroldo Correia de Oliveira Máximo (Ceará), Carmelita Indiano Americano do Brasil Dias (Distrito Federal), Annibal de Rezende Lima (Espírito Santo), Carlos Hipólito Escher (Goiás), Gilberto Giraldelli (Mato Grosso), Rogério Medeiros Garcia de Lima (Minas Gerais), Roberto Gonçalves de Moura (Pará), Carlos Martins Beltrão Filho (Paraíba), Gilberto Ferreira (Paraná), Agenor Ferreira de Lima Filho (Pernambuco), Francisco Antônio Paes Landim Filho (Piauí), Carlos Santos de Oliveira (Rio de Janeiro), Glauber Antonio Nunes Rêgo (Rio Grande do Norte) e Marilene Bonzanini (Rio Grande do Sul), Paulo Kiyochi Mori (vice-presidente e corregedor de Rondônia), Elaine Cristina Bianchi (representando o presidente de Roraima), José dos Anjos (Sergipe), Eurípedes Lamounier (Tocantins) e Itamar Pereira da Silva júnior (vice-presidente do TRE de Pernambuco); o juiz Julizar Barbosa Trindade (Mato Grosso do Sul, representando o presidente); o presidente da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), juiz Fernando Figueiredo Bartoletti; o presidente do Colégio Permanente de Juristas da Justiça Eleitoral, Telson Ferreira; os juízes do TRE-SP Manoel Pacheco Dias Marcelino e Marcelo Vieira de Campos; o procurador Regional Eleitoral no Estado de São Paulo, Luiz Carlos dos Santos Gonçalves; o presidente da Comissão Especial de Direito Eleitoral do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Carlos da Costa Pinto Neves Filho; o diretor da Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral, Flávio Pansieri; o chefe da Assessoria Policial Militar do TJSP, coronel PM Sérgio Ricardo Moretti; magistrados e servidores da Justiça.

        Comunicação Social TJSP – AL (texto) / AC, FV e RL (fotos)

TJSP