Tarifa de ônibus é reajustada de acordo com a inflação do período

0
93
Foto:Charles de Moura/PMSJC
Foto:Charles de Moura/PMSJC

A Prefeitura concluiu os estudos para a revisão da tarifa do transporte coletivo em São José dos Campos. A partir do dia 27 de abril (quinta-feira) o valor será reajustado em 7,89%, passando de R$ 3,80 para R$ 4,10.

O novo valor ficou dentro da correção da inflação medida pelo IGPM do período, que foi de 7,97%. O último reajuste da tarifa foi em janeiro de 2016.

O índice ficou bem abaixo do pedido de empresas concessionárias, que queriam um aumento de 31%, o que poderia elevar a tarifa para R$ 4,97.

A nova tarifa foi calculada com base no contrato de concessão do transporte público. A fórmula leva em consideração custos como salário dos funcionários, preço do combustível e índice da inflação, além de aspectos operacionais, como o tamanho da  frota, dos itinerários e a quantidade de passageiros transportados.

A nova lei federal que garante isenção do ISS (Imposto Sobre Serviços) para as empresas de transporte público também foi considerada para fazer o cálculo final da tarifa.

Além de ser inferior ao solicitado pelas empresas, o percentual aplicado em São José é menor do que o utilizado em outras cidades do mesmo porte, como Sorocaba (15%) e Santo André (11%). Ambas contam com subsídios do município para custear a tarifa.

Os estudantes pagam 50% do valor da tarifa. E aos domingos, a passagem custa R$ 3,60 para quem pagar com cartão.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o novo valor garante o equilíbrio financeiro do sistema e a manutenção dos benefícios aos usuários, como tarifas especiais e integração total.

Cidade Preço da tarifa Subsídio do governo
São José dos Campos R$ 4,10 Não
Mauá R$ 5,00 Não
Sorocaba R$ 4,60 Sim
Campinas R$ 4,50 Sim
Guarulhos R$ 4,50 Sim
Santo André R$ 4,20 Sim
Barueri R$ 4,20 Sim

Pacote de medidas trará benefícios em curto prazo

Atualmente, mais de 180 mil pessoas utilizam diariamente o transporte coletivo de São José. Nos próximos meses estão previstas mudanças, que vão trazer melhorias a todos que dependem do sistema.

A primeira delas será a renovação da frota. Trinta e sete ônibus da frota atual serão substituídos por novos veículos, mais modernos e com maior capacidade, trazendo mais conforto e agilidade às principais linhas da cidade.

Para os idosos e pessoas com deficiência, a melhoria será na emissão de credenciais de estacionamento e cartões de gratuidade para o transporte público, feitos no posto do Acesso Livre. A ampliação dos prazos para renovação das credenciais está sendo revisada com o objetivo de diminuir as filas e dar mais rapidez ao atendimento.

Quem se desloca de ônibus pela cidade precisa que os horários e viagens sejam rigorosamente cumpridos. Para isso, está sendo implantado um sistema de controle por GPS, que vai auxiliar na fiscalização. Com menos recursos será possível modernizar e ampliar o monitoramento dos ônibus, garantindo que o atendimento seja feito de forma adequada à população.

Dentro das inovações tecnológicas, estão as informações nos pontos de ônibus. Nos locais com grande movimentação de usuários, serão instalados painéis eletrônicos para fornecer informações sobre os horários das linhas em tempo real.

Além disso, máquinas de autoatendimento, similares a caixas eletrônicos, estão sendo testadas para que o usuário possa fazer a compra de passagens e o carregamento do cartão de forma autônoma.

Inovações sustentáveis, melhorias no atendimento e tecnologia

Em apenas três meses, foram testadas duas novas tecnologias no sistema da cidade. Um ônibus movido a biodiesel circulou por cerca de dois meses em várias regiões cidade.

No início de março foi a vez do modelo de 15 metros, com ar condicionado, entrada USB nas poltronas, movido a gás natural e biometano. Ele circulou por 30 dias nos principais corredores e transportou mais de oito mil passageiros.

Ambos contam com tecnologia sustentável, garantindo menor emissão de poluentes, e foram avaliados como alternativa para substituição de parte dos veículos no período de renovação da frota.

A restruturação das linhas que atendem os bairros da região do Putim (sudeste de São José dos Campos) foi outra importante medida para melhorar o atendimento aos moradores. Foram feitas alterações visando ajustar a oferta de horários e linhas à atual demanda de passageiros, ampliada após a entrega das moradias do bairro Pinheirinho dos Palmares.

A mudança contemplou a ampliação do número de partidas nas linhas 219 (Jardim Santa Luzia-Terminal Central) e 333 (Jardim Santa Rosa via São Judas e Colinas-Terminal Central) e a criação da  linha 335 (Vila Adriana/Emha 2-Praça Afonso Pena), que funciona como uma nova opção nos horários de pico para os moradores dos bairros Vila Adriana, Emha 2 e Pinheirinho dos Palmares. A linha com trajeto via Rodovia dos Tamoios oferece mais sete horários em cada sentido, de segunda a sexta-feira, para facilitar o deslocamento de quem mora nesses bairros.

Outra novidade que vai facilitar o dia a dia de quem utiliza o transporte coletivo será o aplicativo Moovit. O APP está sendo testado para fornecer informações sobre a localização dos ônibus em tempo real, permitindo que os passageiros possam programar melhor suas viagens, com menos espera nos pontos de ônibus.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here