Tá frio? Saiba os cuidados com o couro cabeludo durante o inverno

Se você mora em regiões do Brasil onde o frio é mais rigoroso, já deve ter percebido que as temperaturas estão oscilando bastante. E, embora o inverno de 2019 seja menos rigoroso do que o dos últimos anos, os dias em que os termômetros estão mais baixos já estão mais comuns.

E você deve ter percebido que no inverno suamos menos, certo? Mesmo as pessoas que costumam praticar atividades físicas mais intensas sentem essa mudança.

Isso acontece porque nosso organismo tem um mecanismo de regulagem da dilatação dos vasos sanguíneos. No inverno, eles ficam mais contraídos e, com isso, o nosso suor tende a ser menor.

Mas o suor não é a única alteração em nosso organismo. A nossa pele e os nossos cabelos, por exemplo, tendem a ficar mais secos. O couro cabeludo e os fios tendem a sofrer mais, sobretudo porque, no inverno, costumamos tomar banhos mais quentes e fazer secagens mais intensas no cabelo.

Quer entender um pouco melhor sobre quais os cuidados necessários para ter um couro cabeludo saudável durante o inverno? Nós temos algumas informações importantes para você.

O couro cabeludo é sensível

O ditado popular “o que os olhos não veem o coração não sente” é válido para muita coisa, mas talvez não para o couro cabeludo.

É claro que podemos encontrar a raiz de nossos fios capilares quando passamos a mão na cabeça, mas, a não ser que o cabelo seja raspado, não costumamos ficar em contato com o couro cabeludo o tempo todo. O que não significa que ele não esteja ali e que ele não sinta alguns efeitos do ambiente.

Quer um exemplo da sensibilidade dessa parte do corpo humano? Você já ficou um dia inteiro na piscina e, embora tenha passado filtro solar de 3 em 3 horas, ao fim do dia se deu conta de uma ardência na cabeça? Se sim, isso aconteceu porque você não protegeu o couro cabeludo.

No inverno o couro cabeludo pode sofrer mais 

No inverno, nosso couro cabeludo tende a sofrer mais porque os banhos quentes (ou super quentes) são mais frequentes e duram um pouco mais.

Esse comportamento é  compreensível: como as temperaturas estão mais baixas, o nosso organismo não quer passar frio e preferimos ficar em contato com uma água bem quente.

No entanto, com a repetição desse comportamento, o couro cabeludo pode ficar mais ressecado e, inclusive, a depender da temperatura da água, sofrer algumas queimaduras.

Outra situação de risco é com o uso de secadores. No inverno, o uso desse equipamento é maior porque as pessoas querem deixar os fios secos com mais rapidez.

Para isso, muitas pessoas tendem a aproximar muito o aparelho do couro cabeludo e ligá-lo na potência máxima, o que também aumenta o risco de queimaduras.

Cuidados com o couro cabeludo no inverno 

Para proteger e cuidar do couro cabeludo, sobretudo durante o inverno, é necessário seguir alguns passos.

Intercale as lavagens do cabelo

Gosta de lavar o cabelo todo o dia? Bem, a primeira dica importante é diminuir um pouco essa frequência. É melhor fazer esse procedimento um dia sim, outro não. Com isso, o couro é menos agredido pelos resíduos químicos dos xampus e condicionadores e também pela temperatura da água.

E, acredite, mesmo os cabelos oleosos tendem a ficar mais secos no inverno, por isso é sim possível reduzir essa frequência e manter o cabelo brilhante e saudável.

Regule a temperatura da água

Outro passo indispensável para proteger o couro cabeludo durante o inverno é regular a temperatura da água. Por isso, quando for lavar o cabelo, dê preferência aos banhos mornos.

Uma boa dica é observar os espelhos e os boxes do chuveiro. Se eles estiverem muito embaçados é porque a temperatura da água está muito alta. Quando o vapor está um pouco mais baixo é porque a água está mais morna.

Toque suave na hora de lavar  

Na hora de passar o xampu, muita gente acredita que precisa esfregar muito o couro cabeludo para limpar profundamente as impurezas do dia a dia. Mas esse procedimento feito com muita força é prejudicial para a saúde capilar e pode aumentar a oleosidade dos fios.

Dessa forma, prefira toques suaves com as pontas dos dedos, não com as unhas. Os movimentos circulares são melhores que os verticais.

Cuidado com o secador

No inverno, o secador passa a ser usado de forma mais constante, isso porque as pessoas querem que os fios sequem logo. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados: não deixe o secador muito próximo desta região e nem use uma potência muito forte.

Outra dica importante é tirar o excesso de água com toalhas macias. Tente não friccionar muito os fios, ou seja, não esfregue a toalha no cabelo, aperte o cabelo e ele vai soltar a água aos poucos.

O couro cabeludo serve de importante barreira protetora de nosso crânio, além de ser um excelente isolante térmico. Por isso que é tão importante cuidar bem dele!