SP vacina servidores e detentos contra gripe no Vale do Paraíba

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP),ao longo do mês de abril, reforçou medidas de prevenção à influenza durante a Campanha Nacional de Vacinação Contra Gripe (H1N1). Somente no Vale do Paraíba e Litoral Norte, 13.071 pessoas, entre servidores e detentos, foram imunizados.

Secretaria da Administração Penitenciária (SAP)

A campanha aconteceu em parceria com órgãos públicos de saúde das cidades onde estão localizados os estabelecimentos penais. Os funcionários da SAP tiveram a opção de receber o medicamento diretamente em postos de saúde locais.

A ação visa preservar a saúde de servidores e de reeducandos e, também, evita que os hospitais recebam novos pacientes em meio a pandemia da COVID-19. A vacina não tem efeito contra o novo coronavírus, que ainda não possui medicamento com eficiência comprovada, mas protege de enfermidades com sintomas que poderiam confundir a população.

COVID-19

“Os sinais e sintomas da COVID-19 podem ser confundidos com uma série de outras doenças comuns, principalmente no período do outono e inverno, que marca a sazonalidade do vírus influenza e do Vírus Sincicial Respiratório (VSR)”, explica Vilma Maria da Cunha Leite, diretora de Saúde da Corevali.

Vale do Paraíba

A imunização nas unidades prisionais de São Paulo foi concluída no final de maio. No Vale do Paraíba e Litoral Norte, 89,85% da população carcerária recebeu a vacina.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Instagram