São Paulo tem ao menos um roubo de celular em carros em movimento por dia

Número alto de roubos de celulares de dentro de veículos faz com que população precise procurar meios de se proteger

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, em 2019, mais de 333 celulares foram roubados de carros em movimento na cidade de São Paulo. A ação está se tornando cada vez mais popular entre os criminosos, que conseguem retirar o aparelho de dentro do veículo sem que o motorista sequer pare.

O número de 2019, entretanto, pode ser ainda maior do que o levantado por meio do Serviço de Informação ao Cidadão (SIC). Isso porque uma grande parte dos roubos que acontecem em São Paulo acaba não sendo notificada, pois muitas pessoas deixam de fazer o Boletim de Ocorrência.

Crimes costumam acontecer à noite

O levantamento também apontou que os criminosos costumam agir à noite. 60% dos casos acontecem após às 18h, em que os assaltantes costumam aproveitar o horário de rush e o trânsito da cidade para se aproximar dos veículos e roubar os aparelhos. Os roubos podem acontecer por pedestres, ciclistas, motociclistas e até mesmo em outros veículos.

Os casos também são mais frequentes no centro da cidade, principalmente nas regiões em que o tráfego mais lento ou até mesmo o congestionamento facilitam a ação dos criminosos.

Como se prevenir

Os dados também são importantes para trazer medidas preventivas. Além de políticas públicas visando o controle da violência na capital paulista, os próprios motoristas podem ter alguns cuidados para evitar grandes prejuízos.

O primeiro deles é manter o celular fora do campo de visão dos ladrões. O próprio uso do celular pelo motorista é uma grave infração, mas os demais passageiros também devem evitar o uso do aparelho nessas situações, pois podem ficar muito expostos.

Uma outra maneira de evitar grandes prejuízos é através do seguro de celular. Alguns aparelhos de alto custo devem optar por essa proteção a mais, pois um roubo pode trazer um grande prejuízo para o seu proprietário.

O seguro iPhone, por exemplo, é essencial para os proprietários que desejam se precaver de um prejuízo, principalmente na cidade de São Paulo, que tem um dos maiores índices de roubo de celulares. Por ter um custo alto, podendo chegar a mais de cinco salários mínimos, os modelos de smartphones Apple estão entre os mais visados pelos ladrões.

Foto: Divulgação