São Paulo recebe a 9ª Tattoo Week nos dias 25,26 e 27 de outubro

O maior evento de tatuagens do mundo foca esta edição no empoderamento do tatuado, abrindo rodas de conversa com informações sobre segurança na tatuagem e no piercing

A 9ª Tattoo Week abre discussão sobre segurança ao se tatuar. Com rodas de conversa diárias oferece orientações ao público sobre como escolher o profissional e quais cuidados são necessários para o procedimento ser seguro. O intuito é conscientizar os clientes sobre as medidas mínimas de segurança que o profissional deve realizar e assim empoderar o cliente para que ele possa escolher um estúdio de tatuagem ou piercing com condições adequadas de segurança de saúde.

Segundo Esther Gawendo, CEO da Tattoo Week e enfermeira de formação, a Tattoo Week quer divulgar informações de segurança importantes em um procedimento de arte na pele. “ O cliente deve escolher um estúdio pela qualidade técnica e artística e não somente optar por aqueles que possuem milhares de seguidores nas redes sociais ou que ofereçam um preço menor”, ensina.

Tatuagem

O grande crescimento do mercado da tatuagem, a crescente migração de profissionais de outros setores para a tattoo, em conjunto com a falta de regulamentação e reconhecimento da profissão, aqueceu o segmento e trouxe, ao mesmo tempo, profissionais não devidamente habilitados.”Alguns tatuadores desconhecem os procedimentos de segurança, o que coloca em risco sua saúde e de seus clientes e pode se tornar um grave problema de saúde pública”, alerta Gawendo.

É de grande importância que a segurança seja garantida, o que começa com a limpeza do ambiente que não pode ser feita com álcool comum e sim hospitalar (álcool 70) e o uso de materiais descartáveis. O profissional deve usar luvas, máscara, óculos de proteção e avental e o descarte do material usado deve ser feito em lixo hospitalar (caixa amarela para descarte de material perfurocortante) e não comum. O cliente deve ficar atento também se o tatuador está com sua carteira de vacinação em dia. E se o estúdio tem certificação da vigilância sanitária.

“Todo material usado no procedimento deve ser descartável e aberto na frente do cliente, como agulha, gilete, tinta, etc. É importante que o cliente se certifique que a tinta usada pelo profissional esteja dentro da validade e seja certificada pela ANVISA, pois a maioria das tintas importadas não possui essa certificação”, explica a CEO da Tattoo Week.

Além das rodas de conversas diárias sobre tatuagem e segurança, o evento conta com dois workshops de primeiros socorros, ministrados pela Cruz Vermelha, com certificado internacional para profissionais da área.

Arte, entretenimento e negócios

A 9ª Tattoo Week traz ainda 600 estandes, 3.200 tatuadores do mundo todo e mais de 200 marcas de produtos e serviços dirigidos ao segmento da arte na pele, sendo o maior evento do mundo, agregando arte, entretenimento e negócios. Espera um público de 100 mil pessoas nos três dias do evento.

Também traz novidades e tendências na área como a brasileira Karlla Mendes, que utiliza a técnica “Jewelry Tattoo”, em português significa tatuagem de jóias. Ela elabora as tatuagens com técnicas de traço fino e tridimensionais e traz em sua arte composições com jóias.

O evento traz seu conceituado concurso de tatuagens em 27 estilos e a escolha da Miss e do Mister Tattoo Week 2019.  Exposições e shows também marcam esta edição, alcançando seu auge com a apresentação da banda  Raimundos, que marcou o estilo rock nos anos de 1990 no país.

9ª Tattto Week

Dias 25, 26 e 27 de outubro 2019 (sexta, sábado e domingo)

São Paulo Expo

Link para ingressos: https://tattooweek.com.br/ingressos

O ingresso custa R$ 60,00 e a meia ou entrada social R$ 30,00 com a doação de 1 kg de alimento não perecível doado para a Casa de David

Sigam-nos pelas redes sociais

Imagem de ilovetattoos por Pixabay