São José lidera e finalistas são conhecidos no Paulista A

 O São José Rugby é o novo líder do Paulista A! A equipe do Vale repetiu o feito do último ano e venceu a Poli na abertura da penúltima rodada no CEPEUSP, enquanto o Pasteur venceu fora de casa o Jacareí mas ambos se garantiram na próxima fase. O Templários está rebaixado.

 São José vence no último lanceA chuva deixou o campo pesado e o primeiro tempo foi de poucas oportunidades para os dois lados, que apostaram no jogo de chutes para ganhar terreno (e o excessivos knockons do lado joseense de fato ajudaram a Poli nesse sentido) e no jogo curto com avançados, mas os dois lados mostraram bom trabalho defensivo para manter o placar inalterado até a reta final, quando Jaco aproveitou um bom scrum para tirar a bola sem oposição no meio do campo e superar dois marcadores em boa corrida pela esquerda para marcar. No último lance da etapa, Pancho, que já havia desperdiçado um chute, não vacilou dessa vez e fechou em 5 a 3 o placar do intervalo a favor dos donos da casa.No segundo tempo a chuva deu uma trégua mas a dinâmica mudou pouco, com a Poli tomando conta das ações da partida e se valendo de penais para ampliar com o Pompeo em jornada perfeita com 2 chutes garantidos, colocando pressão no São José que apesar de dominar os lines, uma formação onde a Poli costuma prevalecer, falhou em momentos cruciais no momento de definição diante de uma atenta defesa da Poli.A partida virou a partir do momento em que o treinador Duda Padilla colocou Rivaldo, Borges e Caíque em campo, dando mais solidez e experiência para o grupo, e o resultado não demorou para aparecer, com um lindo pushover try dos joseenses na metade final da partida incendiando o jogo. A Poli seguiu pressionando mas apesar de boa atuação de Muller, a linha pouco produziu mas a equipe conquistou território suficiente para permitir mais um bom penal de Pompeo, colocando pressão nos visitantes que precisariam de um try para vencer a partida. E o triunfo veio no minuto final depois de mais um bom scrum joseense que deu solidez para Borges sair pelo lado cego e acionar Joaco e ligar Patrick, que mergulhou na ponta e fez o try da virada. Rivaldo converteu os dois pontos finais que deram a liderança da competição para os joseenses.
 Nos chutes, Pasteur vence fora de casa

O Balneário recebeu um jogaço entre Pasteur e Jacareí, as duas equipes de olho na classificação antecipada e ainda nutrindo chances do mando de jogo na fase final, mas assim como na capital, o jogo veloz característico dos dois lados deu lugar a uma partida mais truncada onde os chutadores foram determinantes, com Léo guardando três penais para os Jacarés e Raj outros dois para os Galos no primeiro tempo, mantendo o jogo em aberto para a segunda etapa.O clima começou quente na segunda etapa com o Drudi excluído por cartão amarelo, e os visitantes aproveitaram muito bem a superioridade numérica, com Raj empatando a partida com novo penal no minuto seguinte e Devon cruzando o ingoal adversário aos 10′, mas a partida seguiu em aberto e os erros de penais dos donos da casa custaram caro, prevalecendo a vantagem francesa até o término da partida, que encaminha um confronto entre Capital e Vale na grande decisão caso não aconteça um resultado inesperado na rodada final.
 Com show de Sabino, SPAC complica Tornados

O SPAC demorou mas emplacou a tempo de se salvar do rebaixamento, com uma vitória crucial sobre o Tornados fora de casa. Os britânicos mostraram sua superioridade desde o início e Sabino não perdoou, com três tries aproveitando os erros do adversário para dar tranquilidade para os visitantes.O Tornados buscou nivelar as ações no segundo tempo e diminuiu com o Sandrinho aos 10′, mas Sabino, imparável voltou a ampliar o placar em nova jogada de velocidade, e sem Leco, retornando à seleção, coube a Alemão assumir o papel de criação na linha SPACiana, e ainda deu tempo de guardar o seu primeiro try da temporada. Rist descontou para o Tornados, mas a vitória do SPAC prevaleceu no final, que deixa a equipe na sexta colocação da tabela, superando o Tornados no confronto direto por enquanto.
 Band Saracens rebaixa Templários

Depois de um início trágico, o Band mostrou poder de superação e praticamente se garantiu na Série A por mais um ano. Mesmo ostentando uma das piores defesas do campeonato, a equipe renasceu na segunda metade da fase de classificação e conquistou sua segunda vitória, vencendo o Templários por indiscutíveis 49 a 7 na Arena Paulista, resultado que levou a equipe aos 11 pontos, acima de SPAC e Tornados. O Templários mostrou as mesmas deficiências ao longo da temporada e diante de um pack pesado, tampouco conseguiu fazer valer seu plano de jogo baseado nos avançados, sendo facilmente dominado.O Band Saracens abriu 17 a 0 ainda no primeiro tempo, cortesia dos forwards Marton, Lukas e Brendo correndo para três tries em 15 minutos. No segundo tempo foi a vez da linha bandeirantina mostrar sua força, com JP, Marcelo Vada e Hans em duas oportunidades ampliando a vantagem para 49 a 0. Greg anotou o try de honra somente aos 30′, já sem chances de esboçar uma reação e com o destino selado, dando números finais à partida.A última rodada da fase de classificação acontece no próximo sábado, onde conheceremos os confrontos finais. Na capital paulista, o Band Saracens recebe o Pasteur, a Poli enfrenta o Tornados, e o SPAC tenta a terceira vitória seguida contra o Jacareí, enquanto o São José recebe o Templários.

 Campeonato Paulista – Semana 8
Dia 18/05/2019 às 11h00 – Poli 14 X 17 São José
Árbitro: Xavier Vouga
Auxiliares de linha: Natasha Olsen e Vinícius Aleixo
4º árbitro: Ryanne Sousa
Local: CEPEUSP – São Paulo, SPDia 18/05/2019 às 11h00 – Tornados 10 X 27 SPAC
Árbitro: Giancarlo Bristot
Auxiliares de linha: Tomás de Goycochea e Renata Martines
4º árbitro: Laís Alves
Local: Campo Municipal – Indaiatuba, SPDia 18/05/2019 às 15h30 – Jacareí 09 X 14 Pasteur
Árbitro: Renato Scalércio
Auxiliares de linha: Guilherme Queiroz e Raphael Gentile
4º árbitro: Beatriz Ijano
Local: Campo do Balneário – Jacareí, SPDia 18/05/2019 às 15h30 – Band Saracens 49 X 07 Templários
Árbitro: Vinícius Aleixo
Auxiliares de linha: Murilo Bragotto e Genival de Souza Filho
4º árbitro: Juliana Simionato
Local: Arena Paulista – São Paulo, SP

 Classificação
Sobre o Campeonato Paulista A

O Campeonato Paulista de Rugby é o mais antigo campeonato estadual de Rugby e é o de maior nível técnico, contando com a participação de oito clubes: São José, SPAC, Pasteur, Jacareí, Poli, Tornados, Templários e Band Saracens

A disputa desse ano ocorre de março a junho, em turno único, todos contra todos. Os quatro melhores colocados na primeira fase se enfrentam em semifinais, em jogos de ida e volta e a grande final será disputada em jogo único. O último colocado na primeira fase é rebaixado automaticamente, enquanto o penúltimo jogará contra o vice-campeão da Série B, pela vaga no estadual de 2020.
Sobre a Federação Paulista de Rugby

Com mais de 100 clubes filiados e mais de uma dezenas de competições oficiais, a Federação
Paulista de Rugby é a federação estadual com maior representação no rugby brasileiro,
contando com cerca de 1/3 de todo o rugby jogado em território nacional e promovendo o crescimento sustentável em São Paulo de um dos esportes que mais crescem no Brasil.
Rugby paulista: há 120 anos produzindo campeões e campeãs.


Foto: Pedro Girardelli/Poli Rugby