Santander lança nova edição da campanha Amigo de Valor com expectativa de arrecadar R$ 15 milhões

O maior programa de mobilização de recursos incentivados do Brasil, o Amigo de Valor, chega a sua 18ª edição com a expectativa de angariar R$ 15 milhões em contribuições de seus funcionários e clientes, ante R$ 13,9 milhões na campanha de 2018. A iniciativa direciona um percentual do Imposto de Renda devido de pessoas física e empresas aos Fundos Municipais dos Direitos das Crianças e Adolescentes. Neste ano, os recursos apoiarão 57 projetos em benefício de 7,5 mil crianças, adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Pessoas físicas que declaram pelo formulário completo podem destinar até 6% do Imposto de Renda devido. No caso de empresas tributadas pelo lucro real, é possível direcionar até 1%. O recurso doado é dedutível na declaração de imposto de renda, mas também é permitido fazer doações não dedutíveis – os clientes que fazem declaração simplificada têm a opção de fazer uma doação de qualquer valor a partir de R$15.

Santander

A superintendente executiva de sustentabilidade do Santander, Karine Bueno, diz que existe um potencial bem maior de impacto social. “Em 2018, foram realizadas 12 milhões de declarações completas. Apenas 74 mil fizeram algum tipo de destinação. O Santander tem 25 milhões de clientes. Nossa meta é sensibilizar um milhão deles para que passem a contribuir. Para tanto, desenvolvemos uma plataforma transacional no site do Banco Santander em que cliente poderá fazer a destinação ou doação online com débito em conta, além de conhecer e escolher o projeto com o qual deseja contribuir”, explicou.

Ou seja, além de simplificar o processo de doação, a plataforma apresentará aos doadores todos os projetos apoiados pelo programa, com imagens, descrição, quantidade de crianças atendidas, meta de arrecadação, entre outras informações.

Comunidades

João Valério Alves Neto, 39 anos, psicólogo e gestor de políticas públicas, afirma que o Amigo de Valor muda o panorama das comunidades onde atua, já que o direcionamento de recursos públicos obedece a um recorte populacional, o que muitas vezes deixa de fora cidades com menos de 30 mil habitantes. “Acompanho dois projetos em duas pequenas cidades do interior do Rio Grande do Norte, o projeto Família Guardiã, em Felipe Guerra, e o Renascer, em Guamaré. Ambos só são viáveis com o suporte do Amigo de Valor. Em dois anos, cada programa recebeu R$ 400 mil para continuarem promovendo cidadania e o bem”, relata.

Outro projeto, apoiado desde 2010, é o Comviva, de Caruaru (PE), que atende 300 jovens em diferentes frentes, como orientação profissional. A coordenadora da ONG e Presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Caruaru, Verônica Alves da Silva, diz que a verba além de financiar o programa, dá aos gestores perspectiva de futuro. “Com esse suporte, conseguimos fazer planejamento a longo prazo, cientes de que fazendo nosso trabalho bem-feito e com transparência, ele terá continuidade e não será interrompido por falta de verba”, salienta.

Beneficiado pelo Comviva desde os 11 anos, Renato da Silva Nascimento, hoje com 18 anos, deseja se tornar um educador do programa. “Quero contribuir para outras crianças terem a mesma oportunidade que eu tive. Aprendi percussão com eles. E agora quero ensinar a outras garotos e garotas, para que também possam mudar suas vidas”, afirma ele, que hoje também atua como empreendedor, fabricando e vendendo bolos.

A primeira onda de participação do Amigo de Valor foi realizada internamente, com os funcionários do Santander e coligadas. De agora em diante, até o dia 30 de Novembro, clientes do banco serão convidados a se engajar nesse esforço.

Santander Track&Field Run Series

O circuito de corridas de rua Santander Track&Field Run Series também se aliou ao Amigo de Valor. Na prova, que será realizada na USP em 6 de outubro, haverá uma tenda exclusiva do Programa onde poderão ser realizadas as adesões. Além disso, no site, no momento da inscrição, é possível realizar uma doação para o Amigo de Valor.

Os projetos incluídos na plataforma atuam em linha com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e tratam de questões como: acolhimento institucional, medida socioeducativa, educação, maus tratos, álcool e drogas, criança e adolescente com deficiência e projetos socioassistenciais. Além de atuar na destinação dos recursos, o Santander investiu mais de R$ 20 milhões na seleção e acompanhamento das iniciativas, de forma a garantir a qualidade do programa ao longo desses 17 anos.

Amigo de Valor

Para acessar a plataforma transacional e obter mais informações sobre o programa e as iniciativas apoiadas basta acessar o site www.santander.com.br/amigodevalor

Saiba Mais

Segundo dados da Síntese dos Indicadores Sociais 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a extrema pobreza cresceu e atingiu 54,8 milhões de pessoas no país. O estudo mostra que a proporção de pessoas com rendimento de até US$ 5,5 por dia ou R$ 406 por mês subiu de 25,7% para 26,5% da população. Os percentuais apontam um aumento de 2 milhões de pessoas nesta situação, em um ano. Mais de 25 milhões delas encontram-se na Região Nordeste.

Projeto Conviva, em Caruaru (PE)-Foto: Divulgação Santander