Rio Pinheiros tem mais uma ação de combate aos pernilongos

Em continuidade às ações de combate aos pernilongos (Culex quinquefaciatus) nas margens do Rio Pinheiros, equipes da Secretaria Municipal de Saúde, com apoio da EMAE – Empresa Metropolitana de Águas e Energia, realizam do dia 28 até amanhã (30) a aplicação de inseticida nas margens do rio Pinheiros, por meio da técnica chamada Ultra Baixo Volume (UBV). O método é eficiente por atacar diretamente o alvo a ser controlado, além de ser mais econômico.

Pernilongos

O combate ao Culex no rio é feito por manejo integrado, em que diversas técnicas de controle são utilizadas para combater as fases de larva e do mosquito adulto. Na última sexta-feira (25), foi realizada a aplicação de larvicida biológico no rio, no trecho que compreende a Usina São Paulo, antiga Usina de Traição, até a Estrutura de Retiro, na confluência do Rio Tietê. A operação, que foi realizada com a embarcação da EMAE, consiste em jogar o larvicida na água, impedindo que a larva do pernilongo se desenvolva. Outra técnica utilizada é a chamada termonebulização, processo de aplicação de composto químico que neutraliza a ação dos pernilongos que já eclodiram. Todo esse processo de combate aos mosquitos vem sendo administrado pela Prefeitura desde 2003, com intensificação das ações conforme a demanda monitorada e constatada.

Programa Novo Rio Pinheiros

Desde 2019, início do Programa Novo Rio Pinheiros, do Governo do Estado de São Paulo, a EMAE vem fazendo o desassoreamento (aprofundamento), a remoção de resíduos sólidos e de vegetação aquática, bem como a roçagem e limpeza dos taludes. Somente com desassoreamento, foram retirados 240.595 m³ de sedimentos. Sobre o lixo flutuante, já foram removidos mais de 12 mil toneladas de resíduos. Os contratos da Sabesp para coleta e tratamento de esgoto também estão em andamento e já atingiram 43,6 mil ligações das 533 mil necessárias: 8,2% do total realizado.

Rio Pinheiros
Rio Pinheiros-Foto: Governo do Estado de São Paulo/Arquivo
Instagram