Receita de sucesso: produtos típicos paranaenses na cozinha de importantes chefs curitibanos

O Sebrae/PR iniciou nesta semana o movimento Gastronomia Origens Paraná. A ideia envolve ações para integrar produtos paranaenses com a cozinha de chefs, cujos restaurantes possuem o Selo de Qualidade do Turismo.  O primeiro encontro ocorreu nesta quinta-feira (08), em Curitiba.

Segundo a coordenadora estadual do Turismo do Sebrae/PR, Patricia Albanez, a intenção é difundir a iniciativa entre restaurantes para estimular que os turistas que visitam o Paraná se conectem com a nossa história também pela gastronomia.

“Queremos reforçar essa relação entre produtores e chefs e contar a história desses produtos. São alimentos de qualidade que vão reforçar a excelência dos estabelecimentos que já possuem o Selo de Qualidade do Turismo. Esperamos que essa aproximação renda grandes receitas com aroma e gosto paranaenses”, explica.

A primeira iniciativa será realizada no dia 29 de agosto durante a cerimônia de premiação do Prêmio Bom Gourmet, da Gazeta do Povo, que traz os destaques da gastronomia curitibana. Durante o evento, o espaço do Sebrae, com empresas do Selo de Qualidade no Turismo do Paraná e produtores do Origens Paraná, apresentará pratos de chefs consagrados com ingredientes regionais de todo o estado.

Os pratos disponíveis no evento serão definidos pelos chefs, que incluirão produtos que já possuem ou estão pleiteando o registro de Indicação Geográfica (IG), como o queijo colonial de Witmarsum, as uvas de Marialva, os cafés especiais do Norte do Paraná, a erva-mate de São Mateus do Sul, a Goiaba de Carlópolis, a cachaça de Morretes, o Mel do Oeste, entre outros. Entre os empresários e chefs envolvidos estão Délio Canabrava e Rafael Gonçalves, da Cantina do Délio, Jorge Tonatto, do Bar do Alemão, Lucas Cintra e Rafael Fusco, do Pizza e Gaby Schroeder, da Tartuferia San Paolo.

Empreendedor e chef, Délio Canabrava, conta que seus familiares eram agricultores no Noroeste do Paraná e que, por isso, sabe da importância em valorizar o trabalho desses produtores. Segundo ele, todos devem sair ganhando com a aproximação.

“O Paraná é um estado com grande diversidade e potencial agrícola. Essa aproximação com a cozinha é fundamental para o turismo, para o comércio e para a geração de receitas, o que faz com que todos sejam valorizados nesse processo e que o turismo e a agricultura se tornem mais sustentáveis”, ressalta Délio.

A intenção é realizar outros dois eventos e expandir as ações para outras regiões do Estado. No futuro, a ideia é também levar os pratos e produtos regionais para grandes eventos de gastronomia fora do Paraná, promovendo e valorizando o turismo, os produtos e os produtores paranaenses.

Fórum Origens Paraná

Andréia Claudino, coordenadora estadual de Agronegócios do Sebrae/PR, destaca o legado de produtores rurais de territórios específicos do Paraná, com suas origens o “saber” fazer que passa de geração em geração.

“O diferencial deste movimento está na integração desses dois mundos, o rural e o da gastronomia, para contar histórias deliciosas”, remete Andréia.  O Origens Paraná é fruto do Programa de Desenvolvimento de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas do Sebrae/PR e hoje conta com aproximadamente 50 integrantes que representam grupos de produtores e instituições (www.sebraepr.com.br/origensparana e https://comunidadesebrae.com.br/origensparana).

Foto: Adriano Oltramari / Sebrae/PR