Quantas vezes você já parou pra se perguntar sobre o sentido do que está fazendo?

Este é um dos temas do livro “45 Do Primeiro tempo”, do jornalista Patrick Santos, que faz sessão de autógrados no próximo dia 17, às 19h, na Livraria Saraiva do CenterVale Shopping, em São José

O jornalista Patrick Santos, que durante anos esteve à frente de um dos programas de política de maior audiência do rádio brasileiro, o 3 em 1 da Jovem Pan, fará uma sessão de autógrafos no próximo dia 17 de junho, às 19h, na Saraiva do CentelVale Shopping erm São José dos Campos.

 “45 do Primeiro Tempo” fala sobre a carreira e a vida do jornalista, que decidiu pausar a carreira no auge para um período sabático.

“Este livro é o relato de um pouco de cada um de nós que, neste momento de mudanças, precisa ter a coragem de encarar de frente suas dúvidas e angústias, para encontrar sentido no que está fazendo e ter mais equilíbrio entre vida e carreira”, afirma Patrick Santos.

Depois de construir uma sólida carreira, o jornalista decidiu tirar o pé do acelerador e mergulhar na autodescoberta. No período sabático, Patrick se redescobriu em viagens, o contato mais próximo com a família e outras reflexões sobre si mesmo.

A pausa na carreira foi importante para Patrick pensar no que queria para sua vida, ao chegar aos 45 anos de idade. Foi um momento de muitos questionamentos e também de medo. “Estava me perguntando como lidar com as mudanças e como me adequar à nova linguagem do mundo”, conta Patrick.

“45 do Primeiro Tempo” é também o retrato do drama de muitos profissionais que chegam a um ponto limite da carreira e precisam encontrar sentido para o que estão fazendo. “Vejo que as pessoas da minha geração estão assustadas com tanta mudança e decidi abrir um diálogo sobre isso”, acrescenta.

Patrick Santos mostra, em seu livro, ser o exemplo de um homem que faz escolhas, que aceita seu caminho e decide percorrê-lo com mais consciência e propósito. Seu livro é um convite para uma discussão mais ampla sobre a intimidade do homem moderno, e um olhar mais sensível e humano para o sentido da vida.

A orelha de “45 do Primeiro Tempo” foi escrita pelo amigo e jornalista da Globo Pedro Bassan, um dos melhores textos da TV brasileira. “Este livro é inspirador, para dizer o mínimo. O capítulo em que Patrick fala da ausência do pai é literatura, é de uma sensibilidade incrível, coisa de artista mesmo, é maravilhoso”, diz Pedro Bassan, em conversa com o autor.

Hora de mudar

Quando o apito do primeiro tempo soou, o autor assumiu sua preocupação com o julgamento dos outros, com a imagem e a credibilidade que construiu ao longo da carreira, mas não hesitou em se libertar da camisa de força que o impedia de seguir sua intuição e correr atrás de seus anseios. Tirou o crachá do peito e se lançou.

“É hora de parar e refletir sobre o que estamos fazendo. Um intervalo pode abrir espaço para o novo, pode fazer com que vejamos as coisas sob outra perspectiva e, principalmente, propiciar um mergulho profundo em nós mesmos para saber, de fato, quais são as nossas reais necessidades e o que queremos fazer da nossa vida”, escreve Patrick Santos em “45 do Primeiro tempo”.

A obra, que tem prefácio da jornalista Vera Magalhães, sua colega de bancada no 3 em 1. Vera também viveu na pele as incertezas do início da Revolução 4.0.

“Na pausa do jornalista, nasceu um escritor. Nos dois vejo a mesma generosidade e a mesma coragem. Sugiro ao leitor que mergulhe nessas páginas com a mesma bravura do Patrick. Tenho certeza de que cada um, a partir da trajetória do autor, sairá ao final mais conhecedor da própria história”, escreve Vera Magalhães no livro.

A escrita revela a veia literária do autor, em capítulos que trazem à tona sua sensibilidade e, ao mesmo tempo sua força, a força de um homem que se constituiu pela ausência do pai durante uma vida inteira. E nem por isso deixou de ser um homem capaz de fazer boas escolhas. Patrick está pronto para o segundo tempo.

Sobre o autor

Patrick Santos é jornalista, comunicador e escritor, com carreira consolidada e experiência em redações de jornais e rádio.

Começou a trabalhar aos 15 anos de idade escrevendo para o jornal de Tupã (SP), cidade onde morou de 1989 a 1994. Já no primeiro ano de faculdade, em São Paulo, entrou para a Rádio Jovem Pan como rádio escuta, virou repórter local, passou pelas editorias de economia e política, e se tornou apresentador. Em 2013, recebeu o convite para assumir a gerência de jornalismo da emissora.

Durante 5 anos como executivo, comandou uma redação com mais de 100 profissionais e ajudou a criar diversos projetos como “Os Pingos nos Is” e o “3 em 1”, dois dos programas de maior sucesso da rádio. Ao longo destes anos, conquistei também alguns prêmios na área de comunicação, como o Prêmio CNI de Jornalismo.

Ilustrações

O livro tem ilustrações de Érico San Juan, caricaturista e designer gráfico de Piracicaba, interior de São Paulo. O trabalho do ilustrador chegou às mãos do jornalista por meio do Programa 3 em 1, da Jovem Pan, quando ele – ouvinte cativo da rádio – fez as caricaturas dos apresentadores do programa.

Noite de autógrafos com Patrick Santos

Livraria: Saraiva – CenterVale Shopping

Data: 17/06/2019

Horário: 

Endereço:  Avenida Deputado Benedito Matarazzo Rodovia Presidente Dutra 9403 Loja G1 – Piso – Jardim Oswaldo Cruz, 12215-900

Sobre a Obra

45 do primeiro tempo

Autor: Patrick Santos

Literare Books International – 1ª edição – 144 páginas – 2019

Formato: 14×21 cm – ISBN 978-85-9455-171-9

R$ 29,90 (Início da Pré-venda – Online – 15/04

Patrick Santos -Foto:Divulgação