Quais são os impostos que devem ser pagos ao comprar um apartamento?

Comprar um apartamento na planta ou pronto vai além do preço do imóvel. Impostos também são cobrados ao adquirir um novo imóvel. Como existem várias taxas, é comum ficar na dúvida de qual pagar. Continue lendo para conhecer os principais impostos que devem ser pagos.

Você finalmente encontrou o apartamento studio em São Paulo dos seus sonhos e está calculando se cabe no orçamento? Não se esqueça de incluir os impostos! Confira quais são eles:

ITBI

ITBI é o Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis. Como o próprio nome sugere, ele deve ser pago sempre quando ocorre uma transferência de imóveis, a taxa não passa de 3% do valor do imóvel, é de responsabilidade do comprador e é pago ao município. É importante ficar de olho no prazo estipulado pela prefeitura da sua cidade para o pagamento.

Escritura pública

Ao comprar um apartamento studio ou outro imóvel à vista, você será obrigado a pagar pela escritura pública. Basicamente, é o documento de contrato de compra e venda do bem. Diferente do ITBI, a escritura é paga ao estado. Sendo assim, o valor varia de acordo com o seu estado e com o preço do imóvel.

Registro do imóvel

Ao comprar um apartamento Centro de São Paulo, você precisa registrá-lo com o seu nome. No entanto, isso também tem um custo. O documento é feito em cartório e o valor varia de acordo com o estado também. Para não ter surpresas, vale consultar o preço no site do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil.

Outras taxas

Além dos mencionados acima, outras taxas podem ser cobradas ao comprar apartamentos em São Paulo dependendo do tipo de imóvel e forma de pagamento, como:

  • corretagem: pagamento da mediação de uma corretora;
  • Taxa de Assessoria Técnico Imobiliária: incide em imóveis novos e é cobrado pelas incorporadoras (em média, é de 1% do valor do imóvel);
  • Taxa de Evolução da Obra: cobrada pela construtora.

Dicas para juntar dinheiro e comprar um imóvel com tranquilidade

Agora que você percebeu que não devemos considerar apenas o valor do apartamento na planta, mas outras taxas também, vamos dar dicas para você juntar dinheiro e comprar seu novo lar!

A primeira dica para não passar aperto para comprar apartamentos em São Paulo é avaliar os seus gastos mensais. Vale fazer uma planilha, anotar ou o que for mais fácil para você. Repense os itens da lista de gastos, analisando o que pode ser cortado ou diminuído.

Depois, comece a procurar apartamentos à venda em São Paulo no estilo que deseja. Com isso, saberá o quanto você precisará juntar. Também é fundamental que você estabeleça um tempo para economizar e comprar. Se você tiver pressa para a compra, terá que controlar bem mais os seus gastos.

Para ter o seu tão sonhado apartamento na Vila Clementino é preciso ter planejamento. Controle seus gastos, faça trocas inteligentes de consumo e pesquise bastante!

Imagem de 德钦 赵 por Pixabay 

Instagram