Projeto Selvagens lança “Conversas em Rede” sobre novos formatos de produção artística para plataformas digitais

Bate-papo reúne produtores culturais, artistas e profissionais de audiovisual pelo Zoom em três fins de semana

O projeto Selvagens, de São José dos Campos, lança no próximo sábado, dia 14, às 21h, o mini seminário “Conversas em Rede”. O objetivo é trocar experiências e reflexões sobre novos formatos de produção artística para as plataformas digitais. Ao todo serão três encontros gratuitos, sempre aos sábados, realizados ao vivo, pela plataforma Zoom, logo após a exibição do streaming ExperimentoSelvagens.br, em cartaz aos finais de semana de novembro pelo canal Fuxico na Rede.

O primeiro bate-papo traz o tema “Através das lentes: conversa entre e a direção de arte, luz e câmera” e reúne o diretor de arte Adbailson Cuba, a editora de vídeo Beatriz Belintani, a fotógrafa e vídeo maker Melissa Rahal e o iluminador Rachid Severino. A apresentação e mediação serão da diretora Fabiana Monsalú. Para participar, basta baixar o aplicativo Zoom para celular, tablet ou computador, ou ainda acessar diretamente do seu navegador pelo link: https://us02web.zoom.us/j/88482591224

No dia 21/11, será a vez do tema “Escrituras cênico-digitais: conversa entre a dramaturgia e a direção na estética performativa”, com a dramaturga Camila Damasceno e a diretora Fabiana Monsalú, com apresentação e mediação da atriz Simone Sobreda. (Link para a sessão: https://us02web.zoom.us/j/86058358965).

No encerramento da temporada do ExperimentosSelvagens.br, será realizada também a última edição do “Conversas em Rede”, com todo o elenco do experimento performático digital: Andrei Gonçalves, Mauro Morais, Ricardo Salem e Simone Sobreda. Fabiana Monsalú e Adbailson Cuba farão a apresentação e mediação do bate-papo. (Para participar: https://us02web.zoom.us/j/89092416693).

ExperimentosSelvagens.br

Nos finais de semana entre 6/11 e 28/11, ocorre a temporada de exibições do streaming ExperimentosSelvagens.br, com direção de Fabiana Monsalú, pelo canal Fuxico na Rede, pelo YouTube. Às sextas e sábados às 20h, e aos domingos às 19h.

Sinopse: trata-se de um experimento artístico audiovisual que propõe uma lente de aumento sobre nós mesmos: no que sentimos, nos nossos desejos escondidos, no que vemos, no que somos e nas mais variadas situações em que nos encontramos. Afinal o que é real e o que é uma realidade construída, uma ficção? Somos de fato como nos apresentamos a sociedade? Quatro figuras semi-ficcionais transitam entre estados de rejeição, aflição, incompreensão e as múltiplas maneiras de ser e estar neste abismo civilizatório em que vivemos. Classificação: 16 anos. Canal: Fuxico na Rede:

https://www.youtube.com/channel/UCIvbXOahwxGpmDL0i4-A5RQ

O projeto Selvagens é uma iniciativa multiplataforma que ainda agrega uma série de podcasts (Vozes) e um webdoc (Selvagens), sobre a percepção da loucura na sociedade contemporânea. Ele é feito com recursos do Fundo Municipal de Cultura e Fundação Cultural Cassiano Ricardo. Mais informações: projetoselvagens.wixsite.com/2020facebook.com/projetoselvagens; @selvagensprojeto (Instagram) e Selvagens projeto (YouTube).

“Conversas em Rede”

Sobre os convidados – 1º dia – Conversas em Rede – 14/11, às 21h

Adbailson Cuba é ator profissional desde 2002. Iniciou sua carreira em 1995, nas oficinas de teatro da Faculdade Santa Cecília (FASC), onde mais tarde cursou Licenciatura em Arte-Educação, com ênfase em Artes Cênicas. Desde 1997 está à frente da Cia. Teatral Controvérsias, de Pindamonhangaba – SP. Em 2011, formou-se em licenciatura em Arte-Educação, com ênfase em Artes Visuais, pela Faculdade Claretiano – Pólo Caraguatatuba, onde atualmente é pós-graduando de Arte-Educação. É diretor técnico cultural da Fundação Educacional e Cultural de São Sebastião Deodato Sant’Anna (FUNDASS). Soma em seu currículo mais de 180 prêmios adquiridos em renomados festivais de teatro pelo país.

Beatriz Belintani é atriz e pesquisadora da Cia. Queda Livre e do Teatro da Vértebra, professora de teatro no curso Teatrando e radialista, formada em Comunicação Social e Marketing na FAAP e em Atuação pela SP Escola de Teatro. Atua nas áreas das artes cênicas e também audiovisuais, tendo como experiência nessas últimas, a produtora O2 Filmes e a TV Cultura.

Melissa Rahal é fotógrafa, vídeo maker e produtora cultural. Tem sua principal atuação na área social e de espetáculos. Também pesquisa processos fotográficos alternativos e o trabalho de mulheres fotógrafas fora do eixo EUA-Europa. Atualmente ensina fotografia, Pinhole, Cianotipia e outros processos históricos em espaços públicos e particulares.

Rachid Severino é um iluminador e sonoplasta, bacharel em Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal de São Paulo, trabalha prestando serviço como produtor cultural, técnico de som e luz na Fundação Cultural Cassiano Ricardo, onde participou de centenas montagens de espetáculos de teatro, dança e música nos últimos quatro anos. Também trabalha como operador de luz e som em peças de teatro e dança.

Instagram