Projeto leva Biblioteca Renovada às escolas rurais de Guaratinguetá

Com o objetivo de incentivar o hábito da leitura e renovar as bibliotecas das escolas públicas no país, o projeto Biblioteca Renovada do Programa Eu Faço Cultura entregará, no próximo dia 26 de junho, 3.000 livros paradidáticos a escolas e ONGs de nove Estados do país.

Em São Paulo, quatro escolas da área rural de Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, receberão os livros. Essas instituições estavam no ocorrido onde crianças de escolas públicas foram barradas em um shopping de São Paulo, pois alegaram ser um “shopping de elite”. O preconceito acabou gerando grande repercussão na mídia.

As escolas que receberão os livros são: EMEF Professora Ana Fausta de Moraes, EMEIEF Professor André Freire, Professor Antonio da Cruz Payão e EMEIEF Professora Francisca de Almeida Caloi.

O Biblioteca Renovada é um produto especial da plataforma digital “Eu Faço Cultura”, que tem como proponente a Federação das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae). “Nosso país tem muitos desafios e um deles é a cultura, que ajuda a transformar a sociedade, a melhorar a vida das pessoas ao adquirir conhecimento e o livro é um grande instrumento para esse processo. Nesta medida, o Programa é um importante agente de transformação”, diz o presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira.

Desde que foi criada, a Biblioteca Renovada já entregou 25 mil livros nas cinco regiões do país. A prioridade são livros da literatura brasileira. Entre os autores selecionados estão títulos de Monteiro Lobato, Clarice Lispector, Carlos Drummond, Marta Medeiros, Paulo Coelho, Bráulio Bessa, Ziraldo, Thalita Rebouças, Emicida e outros. 

Os livros foram escolhidos de acordo com a faixa etária das instituições. Para as escolas de ensino médio, por exemplo, serão enviados os livros cobrados no Enem e vestibulares. 

A plataforma Eu Faço Cultura beneficia alunos de escolas públicas, pessoas em programas sociais, idosos e pessoas com deficiência de projetos culturais no teatro, cinema e literatura. Com uma proposta inédita no Brasil, o “Eu Faço Cultura” compra produtos/ingressos de produtores culturais ou fornecedores de cultura e os distribui a pessoas de baixa renda.

Esta é uma iniciativa da Fenae (www.fenae.org.br) e das APCEFs, que tem a participação de milhares de empregados da ativa e aposentados da Caixa, contando com patrocínio da Caixa Seguradora e da Wiz.