Programa inédito de coaching realizado por profissionais voluntários termina potencializando novos líderes políticos de Norte a Sul do País

 No próximo dia 15, chega ao fim o amplo programa programa “Coaching de Performance Para Políticos”, um projeto inédito da SBCoaching Social em parceria com o RenovaBR, criado para potencializar 100 novos líderes políticos de Norte a Sul do País. Lideranças selecionadas através de um processo seletivo concorrido e rigoroso, onde propostas viáveis, idoneidade, engajamento, ética e motivação e propósito de realizar beneficies em prol público foram decisivas.

A atuação dos coaches visou exclusivamente o aperfeiçoamento humano destes futuros candidatos no que diz respeito às questões relacionadas ao desenvolvimento de competências para o aumento de performance em áreas como gestão de equipes e planejamento, como também o desenvolvimento de habilidades para o uso de forças e virtudes, e à conduta ética. Totalmente técnico, baseado em conteúdo científico, o processo não adentrou, em momento algum, em aspectos ideológicos, partidários, muito menos em questões de linguagens e conteúdos de discursos e propostas.

“Esse projeto foi meio que um chamado cívico. Fomos procurados pelo Eduardo Mufarej,e ele nos instigou a pensarmos em algo que pudesse ser valioso para esses selecionados pelo RenovaBR”, explica Villela da Matta, presidente da SBCoaching. “Construímos algo único e inédito, porque são coachees (as lideranças) muito especiais e desenvolvidos. Trabalhamos nas forças, no autoconhecimento, em técnicas de controle emocional, gestão das equipes de campanha, priorização de tarefas, gestão de conflitos”, descreve Flora Victoria, também presidente da SBCoaching.

Foto  divulgação  SBCoaching/  RenovaBR

Foto: divulgação SBCoaching/ RenovaBR – Legenda: Villela da Matta e Eduardo Mufarej em curso sobre liderança positiva, ministrado aos bolsistas.

Lideranças trocaram ceticismo pela confiança devido aos resultados. Leia alguns depoimentos.

Boa parte das lideranças confessa que, no início do programa, sua participação se deu quase que de forma a cumprir a tabela de atividades propostas pelo RenovaBR.

“Me tornei fã do trabalho da Renata (Arrepia, coach). Ela conseguiu me fazer reconhecer, de forma mais clara, as minhas fortalezas e mais do que isso, o papel que essas fortalezas têm na concepção dos meus objetivos. A gente acaba atribuindo tanto fracassos, como sucessos a fatores externos, quando na realidade eles acabam vindo primeiro da gente. Já superei situações de dificuldades lembrando das nossas sessões e fazendo uso de traços da minha personalidade” revela Marcelo Calero, considerado uma das mais experientes lideranças do RenovaBR e famoso pela coragem com que entregou seu cargo de Ministro da Cultura, denunciando publicamente estar sendo coagido a realizar um ato ilegal, pelo então muito bem-relacionado, Ministro do Governo, Geddell Vieira Lima.

Para Zé Gustavo Fávaro, ex porta-voz nacional da Rede, “o projeto foi incrível. Eu sinceramente tinha preconceito com o processo de coaching, mas quebrei isso. O Anderson (Leite, coach) foi responsável por eu quebrar este preconceito, porque na nossa atuação cotidiana, ele me ajudou muito a organizar os passos que eu precisava dar no sentido de eu construir a organização para a candidatura. Por mais que eu já tenha passado por uma eleição, faltava um método para ser mais eficiente em todas as atividades”.

Fundador da organização Doutores da Alegria, Wellington Nogueira tem na bagagem, a inovadora proposta que perdura há mais de 25 anos, e que já realizou visitas a mais de 1,5 milhão de crianças hospitalizadas. Estreante na política, é um veterano no “lidar com gente”. “A Luciana (Tino, coach) é ótima. Estamos fazendo sessões por Skype, mas está dando super certo. Ela me impacta de uma maneira muito positiva e surpreendente. Sem ser arrogante, eu fiz e vivi muita coisa e ser surpreendido é algo incomum na minha vida; estou acostumado a surpreender as pessoas. Ela me levanta muito o espelho e amplia minha percepção. Me deu exercícios tão simples, mas que, por terem sido aplicados no momento certo, funcionaram como eu não esperava”.

Destoando da maioria, o procurador do Ceará, Fredy Bezerra, foi uma das lideranças que já tinham afinidade e abertura para o processo de coaching, tendo anteriormente procurado cursos de inteligência emocional e há muitos anos se dedicado às sessões de terapia. “Eu não sabia como seria exatamente o processo, mas tinha um grande interesse e a melhor expectativa possível. Eu e Rafael (Silva, coach) trabalhamos em muitas áreas com efeito prático. Desenvolvi disciplina, planejamento e habilidades como resiliência e mudar o padrão de pensamento em situações adversas”.

A advogada e diretora executiva do Instituto Não Aceito Corrupção, Monica Rosenberg, também estava na minoria. “Achei que fui mal na minha banca durante o processo seletivo e escrevi uma carta para o RenovaBR, pedindo para que se não fosse aceita, que pudesse ao menos participar do programa de coaching, porque para mim ele era muito importante para o meu objetivo de ser candidata e me eleger. A Derlene (Aparecida Santesso, coach) me ajudou muito na questão de interação com pessoas, em como gerir meu time e na estrutura que montei para a minha campanha. Me ajudou a identificar o que faltava no meu perfil e, dessa forma, reestruturei minha equipe. O resultado foi direto: a equipe começou a funcionar e consegui aumentar o comprometimento de todos”.

Foto divulgação SBCoaching/ RenovaBR Foto divulgação SBCoaching/ RenovaBR

Foto: divulgação SBCoaching/ RenovaBR – Legenda: O coach Anderson Leite e seu coachee, o bolsista Ze Gustavo Fávaro. Legenda 2: Renata Arrepia, coach do bolsista Marcelo Calero e responsável por todos os mentores do projeto.

COACHES assumem desafio por País melhor e realizam mais do que sessões comuns

Desde a inscrição, a SBCoaching fez questão de ressaltar que a participação no projeto demandaria comprometimento, tempo e disposição para treinamento. Talvez a combinação do propósito com o desafio e ineditismo do projeto tenha atraído os 800 coaches que se inscreveram. Deles, foram escolhidos os 100 participantes do projeto, em um complexo processo de seleção que considerou formação, experiência e um assessment desenvolvido pelo RenovaBR.

“A gente esperava que estes 100 coaches fizessem um trabalho sério. O que não esperávamos é que eles iriam muito além do que o projeto estipulou. Diversos coaches se dedicaram a estudar gestão pública para aplicarem de forma mais adequada as ferramentas do coaching. Outros realizaram constantemente sessões de mentoria com dois mentores para trocar experiências e enriquecer o processo de seus coachees. O que vimos foi um respeito e cuidado muito grande para executar esse projeto de forma voluntária”, conta Rodrigo Vieira, diretor executivo do programa Coaching de Performance para Políticos.

“Acho que o projeto contribuiu muito para todos os coaches que participaram. Porque um dos maiores desafios da nossa atividade é fazer coaching com alguém que não quer, e foi o que aconteceu com a gente. A maioria das lideranças estava muito cética em relação ao coaching. Foi muito desafiador e tudo que é desafiador faz a nossa carreira avançar, porque a gente busca novos caminhos e técnicas para conseguir alcançar os resultados que nós queremos. Eu mesma, com o meu bolsista, tive um grande desafio, por ele ser extremamente culto, inteligente, planejado E completamente fora do padrão. Acho que foi bem importante para todo mundo, além de ser uma possibilidade de contribuir para um País melhor” explica Renata Arrepia, master coach responsável por todos os mentores do projeto e coach da liderança Marcelo Calero.

Como um dos 15 mentores responsáveis por orientar os coaches participantes, o master coach Bruno Calderaro focou suas sessões de mentoria, ou seja, nos pontos que os coaches deveriam trabalhar com suas lideranças em três tópicos. “Primeiro, abordei a questão da clareza dos objetivos, que, pode ser quem seja, acaba perdendo o foco. Em um segundo movimento, a expansão deste objetivo, gerando engajamento, e num terceiro nível, a parte de disciplina, que é mais direcionamento, porque as lideranças, em geral, se mostraram muito desenvolvidos para a ação”.

A coach Luciana Tino conta que se surpreendeu quando o líder Wellington Nogueira, ao término da primeira sessão, lhe disse: “Eu não estava disposto a fazer. Mas como não ia pagar nada, resolvi testar. Parabéns! Você me fez perceber que eu preciso fazer isso e agradeço ter me permitido ter vindo aqui fazer essa sessão”. A master coach Gisele Gengo revela que a sintonia com sua liderança foi tão forte, que juntos resolveram trabalhar em algo maior. “A gente montou uma trajetória para longo prazo. Também trabalhamos as crenças limitantes, uma vez que o Ricardo (Mellão, bolsista) tem ideias políticas bastante inovadoras, mesmo nascido em uma família com tradição política mais conservadora. Ele tem o perfil conteudista, acredita em uma política fundamentada. Por estar muito ligado ao novo, é importante reforçarmos a confiança frente às crenças limitantes”, revela.

“Estou realizado de poder, com o meu trabalho, fazer diferença para a nossa nação. No caso do Zé Gustavo Fávaro, posso dizer que ele está se sentindo mais amparado e está bem mais focado e estratégico do que na eleição anterior”, conta o coach Anderson Leite.

“Estava resistente no início, quando soube que meu coachee era do Rio. Gosto de fazer sessões presenciais, porém como tinha sido escolhida, aceitei o desafio. Quando conheci detalhes da história do Luiz, um campeão olímpico, eu me encantei e tive o maior respeito por ele. E ele teve a mesma postura em relação a mim. Ele é uma pessoa muito disciplinada e deu certo. Trabalhamos bastante situações emocionais e planejamento estratégico. Ele sabia bem o que queria e tinha uma experiência no Ministério de Esportes. A questão era também lidar com habilidades como: gerenciar conflitos e opiniões diversas”, conta Aparecida Abreu, coach do ex-nadador olímpico Luiz Lima.

O programa Coaching de Performance para Políticos será oficialmente encerrado dia 15 de julho, com um ato simbólico e futura emissão de certificado aos coaches. O encerramento da formação do RenovaBR aconteceu em Brasília http://www.instagram.com/renovabr/?hl=pt-br , no dia 22 de junho, com uma aula sobre a história recente do Brasil, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, onde parte dela se desenhou.

Como diversas duplas já mencionaram, caso liderança e coach tenham interesse em continuar as sessões após o dia 15 de julho, por questões legais, essa parceria será feita como pessoas físicas, sem intermédio da SBCoaching Social e do RenovaBR.

Foto divulgação SBCoaching/ RenovaBR

Foto: divulgação SBCoaching/ RenovaBR – Legenda: Villela da Matta e Flora Victoria com parte dos 100 bolsistas do RenovaBR na sede da SBCoaching.

Sobre a SBCoaching (Sociedade Brasileira de Coaching)


Fundada por Villela da Matta e Flora Victoria, precursores no atendimento de coaching no Brasil, a SBCoaching é hoje referência nacional e internacional na técnica. Com quase 20 anos de mercado, é integrante do LIDE e única empresa do segmento que oferece todo tipo de serviço e produto relacionado ao coaching. São 91 unidades, 300 funcionários, atendimentos e soluções corporativas realizados em 3 mil empresas, formações, especializações, treinamentos e eventos internacionais com realização própria, projetos de empreendedorismo social e um recente programa de microfranquias. Com mais de 30 mil formados em coaching, gestão, empreendedorismo, vendas, liderança e psicologia positiva, a SBCoaching é líder no mercado de formações em coaching e possui uma sólida e ativa rede de profissionais em sua base de alumnis. Como mais um diferencial, investe milhões em pesquisa e desenvolvimento e mantém um núcleo composto por profissionais com ampla formação acadêmica, responsável pela fundamentação de suas práticas, cursos, comprovações científicas das metodologias aplicadas, pesquisas, parcerias com universidades, institutos e pesquisadores reconhecidos internacionalmente. Mais informações: www.sbcoaching.com.br.

Foto: divulgação SBCoaching/ RenovaBR – Legenda: As coaches e mentoras do programa, Liamar Fernandes e Gisele Gengo, Villela da Matta (presidente da SBCoaching, centro) e os bolsistas Zé Gustavo Fávaro e Marcelo Calero.
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons