Processo de interiorização leva venezuelanos para PE, PB e RJ

Para garantir oportunidades aos imigrantes, governo transfere 164 venezuelanos para PE, PB e RJ

A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade

Em uma ação do Governo do Brasil, com apoio do Sistema ONU no Brasil, pelo menos 164 venezuelanos, solicitantes de refúgio e migrantes em Boa Vista (RR), serão interiorizados nesta terça-feira (3). A estimativa é de que 45 pessoas sejam levadas para Conde (PB), 69 para Igarassu (PE) e 50 para o Rio de Janeiro (RJ). A interiorização é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros estados brasileiros.

O processo é voluntário, apenas com consentimento e interesse do imigrante. Antes da interiorização, os imigrantes têm a situação documental regularizada e fazem exames de saúde. Além disso, no estado de destino, recebem todo acompanhamento durante o processo de adaptação. Ao todo, entre os meses de abril e maio, 527 venezuelanos já foram levados para as cidades de São Paulo, Cuiabá e Manaus.

Desde o início do ano, com o agravamento da crise política, econômica e social da Venezuela, milhares de venezuelanos buscam novas chances e oportunidades no Brasil. Para acolher essa demanda, o governo tem adotado medidas importantes, como, por exemplo, a criação de um visto temporário específico para o migrante em situação de acolhida humanitária.

Do ano passado para cá, cerca de 92 mil venezuelanos atravessaram a fronteira brasileira. Desse total, 44 mil seguiram para outros países da América do Sul e até da Europa. Para diminuir o impacto nos serviços públicos em Roraima, principal porta de entrada dos venezuelanos, o governo investiu na triagem dos imigrantes, com vacinação, atendimento médico e assistência social.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Casa Civil.

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons