Pró-Trabalho: Prefeitura divulga lista classificatória dos habilitados

A Prefeitura de São José dos Campos publicou nesta terça-feira (5) a lista classificatória dos candidatos habilitados a participarem do programa Pró-Trabalho.

Os candidatos serão chamados de acordo com a ordem de classificação, conforme a demanda do tipo de serviço para o qual o candidato se inscreveu.

Até o dia 15 de julho deste ano, a Prefeitura convocará os primeiros 450 profissionais para trabalharem nas áreas de interesse que cada um escolheu: serviços gerais externos e internos e administrativo. O Pró-Trabalho irá oferecer até 2.000 vagas.

O programa

O Pró-Trabalho será coordenado pelas secretarias de Inovação e Desenvolvimento Econômico e de Apoio Social ao Cidadão. Os participantes terão uma bolsa-auxílio qualificação no valor de R$ 1.000 por mês, por até um ano, renovável por igual período e vale alimentação de R$ 100.

Segundo a lei 9.667/18 e o decreto 17.760/18 que regulamentam o programa, para participar é necessário:
– Ter perdido o emprego nos últimos 30 meses, anteriores à inscrição
– Ter trabalhado, com registro em carteira de trabalho há no mínimo dois anos, de forma contínua ou intermitente
– Ser morador do município de São José dos Campos, no mínimo há dois anos
– Ser o único participante beneficiário da unidade familiar, neste Programa
– Não ser beneficiário de seguro-desemprego, da Previdência Social Pública ou privada, ou de qualquer outro programa municipal de apoio financeiro
– Ter renda per capita familiar inferior a um salário mínimo vigente do Estado de São Paulo
– Ter idade mínima de dezoito anos
Os participantes terão que fazer cursos de qualificação profissional nas áreas administrativa, serviços gerais internos e externos, de acordo com a área escolhida, com carga horária de até 8h semanais.

Incentivo às empresas

As empresas sediadas no município que desejarem participar do Programa, contratando os beneficiários como empregados, poderão fazer parceria com a Prefeitura. Conforme o programa, a empresa contratante terá reembolso de metade do valor do salário pago ao bolsista até o limite de R$ 500 mensais pelo período de três meses.

Foto: Claudio Vieira/PMSJC
 
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons