Priscilla Stevaux representa o Brasil no Campeonato Mundial de BMX do Azerbaijão

A cidade de Baku, capital do Azerbaijão, sedia nesta semana a edição de 2018 do Campeonato Mundial UCI de BMX. Entre as atletas da seleção brasileira na disputa da elite feminina, está a sorocabana Priscilla Stevaux (Shimano/Dougtraining/Chase Bicycles), que chegou às quartas de finais da competição em 2015 e 2017 e foi semifinalista em 2016, quando concluiu a principal competição da modalidade em 15º. Neste edição, a expectativa de Priscilla é de chegar a uma inédita final no Mundial.

“O Campeonato Mundial de BMX teve início no decorrer desta semana e o Brasil já conseguiu algumas medalhas com os atletas mais novos. Alguns deles, inclusive, treinam comigo desde pequenos no interior de São Paulo. Ao contrário do que eu pensei antes de vir para Baku, a pista é bem rápida, com muitos espaços para pedaladas. Será, com certeza, um Mundial muito disputado, desde a largada até a linha de chegada”, conta a ciclista do Shimano Sports Team.

A competição na elite feminina terá início nesta sexta-feira (8) com a fase eliminatória, a partir das 9h (horário local), enquanto no sábado (9) será a vez das disputas decisivas. A programação tem início para as mulheres com o aquecimento, às 12h20 (horário de Brasília), para em seguida começar as principais categorias do evento, elite e júnior, às 13h40 (horário de Brasília).

“O nível feminino está bastante equilibrado. Porém, acredito que ter vindo para Baku há algumas semanas, treinando antes na pista, nos dá uma pequena vantagem de reconhecimento em relação às rivais”, avalia Priscilla. “Não é o estilo de pista pelo qual me identifico muito, porque é mais voltada para a força. Mas treinei bastante para tirar o máximo de experiência nessas duas semanas que passaram, para me sentir preparada”, completa.

Copa Internacional de MTB – O Ciclo Olímpico, que vai de 28 de maio deste ano a 28 de maio de 2022, começa neste final de semana para os ciclistas brasileiros, na primeira prova a valer pontos para Tóquio 2020, a Copa Internacional de MTB, em Ouro Preto. Na competição mineira, cinco atletas Shimano estarão em ação nas disputas femininas: Viviane Favery (Cannondale Brasil Racing), Karen Olimpio (Squadra Oggi), Danielle Moraes (Caloi Avancini Team), Marcela Lima (Groove/Shimano/Chaoyang/ASW) e Giuliana Morgen (Sense Factory Racing).

As três ciclistas que podem, na atualidade, sonhar com Tóquio 2020 são as que participam das provas da super elite feminina, Vivi Favery, Karen e Dani Moraes. A competição para elas terá início no sábado, com o short track (XCC), classe 3, ou seja, ofertando 10 pontos às vencedoras no ranking UCI (União Ciclística Internacional). E, no domingo (10), será a vez do cross country olímpico (XCO), classe 1, que oferece 60 pontos à campeã. Giugiu Morgen terá sua prova no sábado, às 13h30, Marcela compete no domingo, ao meio-dia.

XTerra Camp Praia do Forte – A campineira Sabrina Gobbo (Trek/Shimano/Bontrager), radicada em São Paulo, tem pela frente neste fim de semana mais uma prova do circuito nacional de XTerra, o Camp Praia do Forte, em Mata de São João, na Bahia. Sabrina disputará duas provas na competição. No sábado, às 14h, ela compete na MTB Cup Pro, com percurso de 37,7 km. No domingo, às 9h, será a vez do triathlon, com 1.500 m de natação, 20,6 km de mountain bike e 7,5 km de corrida de montanha.

Novidade neste ano – A Shimano dá destaque especial a suas atletas, com releases, postagens em mídias sociais, eventos, entre outras ações de comunicação específica para o público feminino. O objetivo é difundir ainda mais o ciclismo feminino e dar atenção às ciclistas que crescem em quantidade e nível de profissionalismo a cada temporada.

Sobre a Shimano – Empresa lí­der de mercado em componentes e acessórios para bicicleta e pesca, a Shimano foi criada em 1921 e possui sede em Sakai, no Japão. O escritório da Shimano Latin America foi fundado em 2007, em São Paulo.

A Shimano desenvolveu as exclusivas tecnologias STI (Shimano Total Integration – alavanca de marchas e freio integrados), SPD (Shimano Pedaling Dynamics – para sapatilhas e pedais) e SIS (Shimano IndexSystem), entre outras, reconhecidas e referência no mundo todo. Possui entre suas marcas nomes que são sinônimos de qualidade e performance no universo ciclístico: XTR, Dura Ace, Ultegra, DI2.

Mais informações no site: bike.shimano.com.br
Twitter:@shimanobrasil
Fanpages no Facebook: https://www.facebook.com/ShimanomtbBrasil/
https://www.facebook.com/ShimanoroadBrasil/
Instagram: www.instagram.com/ShimanoBrasil

Priscilla Stevaux na Europa (Divulgação)
Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons