Prefeitura retomará ainda este mês o serviço de acolhimento da população em situação de rua e Aldeias de Vida será a OSC responsável pelo serviço

Prezando sempre pela transparência com a população lorenense, a Prefeitura vem por meio desta nota esclarecer os fatos sobre encerramento do convênio com a OSC Assembléia de Deus Belém do Pará – ADBPAR, que executava o serviço Casa de Acolhida para atendimento da população de situação de rua, migrantes e itinerantes. O motivo da rescisão foi a utilização indevida dos recursos públicos por parte dos gestores da ADBPAR, fato que, inclusive, levou a rejeição das contas pela Municipalidade.

Sabendo da importância e do imprescindível trabalho no município neste segmento, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SADS),  iniciou no mês seguinte, em dezembro, ações na direção de identificar uma instituição para assumir o serviço. Foram realizadas várias abordagens e definida a nova parceria com as Aldeias de Vida, OSC que cumpria todos os requisitos para prestação do serviço na cidade.

Seguindo os critérios legais do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, sob a égide da Lei 13.019/14, suas etapas administrativas e legais, e seus prazos de execução, sagrou-se o novo termo de colaboração. A nova sede para execução do serviço já foi alugada na Vila Hepacaré e a previsão é de retomada dos atendimentos da Casa da Acolhida na segunda quinzena de julho. O local está sendo preparado e o endereço completo será divulgado assim que o serviço for iniciado.

Gostou, Compartilhe!
Show Buttons
Hide Buttons