Prefeitura faz repasse de mais de R$1 milhão para Santa Casa de Misericórdia

A Prefeitura de Lorena repassou para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia o valor de R$1.129.284,27, como aporte para os pagamentos salariais e de décimo terceiro dos funcionários.  O hospital, que é prestador de serviço do SUS em Lorena, atende um número cada vez maior não só de lorenenses, mas de cidadãos de outros municípios da região.

O repasse torna-se ainda mais importante tendo em vista que, atualmente, 80% dos atendimentos na Santa Casa de Lorena são para Sistema Único de Saúde (SUS), isso inclui a população de cidades vizinhas, sem ressarcimento por parte do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde para o serviço feito a nível regional.  Os valores repassados pelo Ministério da Saúde são destinados aos pagamentos de internações e procedimentos realizados pela Santa Casa de Lorena, estabelecidos por um teto financeiro sem reajuste há anos.

A Prefeitura possui um teto financeiro do SUS para a média e alta complexidade e contratou a Santa Casa para prestar os serviços à população, porém, o valor não atende ao grande número de atendimentos que o hospital realizou este ano. Somente em 2018, a produção da Santa Casa de Lorena foi de R$1.129.284,27 a mais do que o Governo Federal repassou ao município de Lorena para pagar a Santa Casa.  O déficit apontado compromete o equilíbrio financeiro da Instituição, em especial os pagamentos de salários e décimo terceiro dos funcionários.

Neste cenário, o prefeito Fábio Marcondes, em reconhecimento da relevância da instituição no atendimento de saúde aos lorenenses, colocou em prática uma gestão de acompanhamento das dificuldades da Entidade no início de 2017, através de apreciações da Unidade de Avaliação e Controle (UAC – Serviço de Auditoria) e Conselho Municipal de Saúde (COMUS). O valor repassado vai ao encontro desta política de acompanhamento da Prefeitura e reconhecimento da relevância do serviço prestado.

(Foto: Cláudio Ribeiro)